Associação de artistas goianos promove evento coletivo: “Novo Grito”

Diretor financeiro, Fernando Dias e presidente Nonatto Coelho falaram sobre o Novo Grito (Foto: Guilherme Coelho)
Diretor financeiro, Fernando Dias e presidente Nonatto Coelho falaram sobre o Novo Grito (Foto: Guilherme Coelho)

Com o objetivo de “tentar fazer a vida mais interessante”, a Associação Goiana de Artes Visuais (AGAV) lançou em Goiânia o Novo Grito, grande encontro do coletivo que falará sobre a história da arte, fotografará, pintará, desenhará e esculpirá com inspiração no quadro “O Grito”, de Edvard Munch. Presidida pelo artista plástico Nonatto Coelho, com Valdir Ferreira na vice, a AGAV quer que o Novo Grito promova mais interação, fortalecimento e união entre os mais de 70 membros.

O evento contará com um ateliê compartilhado no Palácio da Cultura (Chafariz) da Praça Universitária. Além dos artistas mais experientes, a curadoria da AGAV selecionará 15 alunos de instituições educacionais que demonstrarem aptidões artísticas. Eles receberão uma espécie “bolsa artística” e trabalharão junto ao grupo de artistas profissionais. A Inauguração será às 9h do dia 24 de setembro e a entrada é gratuita para os expectadores. Já em janeiro de 2017, será realizada uma grande exposição sobre o resultado dos encontros.

Para ele, a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) tem papel importante no processo, já que viabiliza o evento com recursos do Fundo Estadual de Arte e Cultura.

LEIA MAIS: Evento gratuito traz ciência, fotografia e degustação de cerveja artesanal

Segundo a leitura do artista e diretor financeiro da AGAV, Fernando Dias, a produção cultural em Goiânia cresce e ganha visibilidade, principalmente graças ao empenho dos artistas e de suas associações. “Mas falta ainda algum investimento do governo federal e estadual, por exemplo”, comentou o artista.

AGAV

A associação atua nas áreas de exposições, oficinas, palestra sobre história da arte, workshops etc., sempre com foco no desenvolvimento da arte goiana. “A política interna desta aglomeração aberta a qualquer profissional da área que se queira associar é de respeito absoluto ao artista, sem fomentar uma atmosfera hierárquica”, disse o presidente. A AGAV está na ativa sem fins lucrativos desde 2009.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook