Professores e estudantes da UFG lançam livro contra a militarização de escolas públicas

Versão impressa será lançada em março por meio de arrecadação coletiva, mas seu conteúdo integral já está disponível de forma gratuita na internet

Livro tem artigos de vários autores (Foto: Divulgação)
Livro tem artigos de vários autores (Foto: Divulgação)

Com o intuito de estimular o debate sobre a militarização de escolas públicas implantada pelo Governo de Goiás, professores e estudantes da Universidade Federal de Goiás produziram um livro que trata das consequências educacionais, sociais e psicológicas dessa política pública, além de questionar as motivações e a legitimidade constitucional da ação.

Mesmo com linguagem e estrutura menos acadêmicas, “Estado de Exceção Escolar: uma avaliação crítica das escolas públicas militarizadas” é uma obra científica e objetiva. Por isso mesmo, não só jornalistas, intelectuais e professores participaram da elaboração dos artigos, mas também mães, pais e estudantes do ensino público.

Os organizadores do livro são os graduandos em Ciências Sociais pela UFG e pesquisadores do Programa de Pesquisa sobre Ativismo em Perspectiva Comparada (PROLUTA) Ian Caetano de Oliveira e Victor Hugo Viegas de Freitas Silva. Para Ian Caetano, “só temos acesso aos argumentos em favor da militarização produzidos pelo governo”. Por isso, segundo ele, resolveram problematizar essa política pública e analisá-la sob outra ótica.

Lançamento

O livro impresso será lançado na primeira quinzena de março, mas sua versão integral já está disponível de forma gratuita na página da editora no Facebook (Escultura Produções Editoriais).

Porém, para custear os gastos dessa iniciativa independente, os organizadores iniciaram uma campanha de arrecadação coletiva na internet. O dinheiro arrecadado por meio do Catarse será usado para a impressão e finalização de 200 exemplares do livro, que depois serão vendidos a preço de custo, além de outros requisitos técnicos para a publicação.

Participações

Os autores são graduandos, mestrandos e doutores da UFG: Dijaci David de Oliveira, Ellen Ribeiro Veloso, Francisco Mata Machado Tavares, Joab Júnio Dias Gregório da Silva, Natália Pereira de Oliveira e Rafael Saddi Teixeira. Além disso, o livro foi ilustrado pelo cartunista e graduando de Jornalismo na UFG Heitor Vilela.

O projeto também conta com a contribuição de uma ex-aluna de colégio militar. Ela cedeu uma entrevista, reproduzida integralmente no livro, mas teve sua identidade preservada em respeito a sua opção escolha.

Lançamento do livro “Estado de Exceção Escolar: uma avaliação crítica das escolas públicas militarizadas”

Quando: 4/2 (versão digital) e março de 2016 (versão impressa)

Onde: Página da editora no Facebook

Quanto: Gratuito

Colaborar com a arrecadação: Página do Catarse

Comentários do Facebook