A ousadia de Bowie e Lira – JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

David Bowie e Wendell Lira, nomes mais lembrados dessa segunda, 11 (Foto: Montagem)
David Bowie e Wendell Lira, nomes mais lembrados dessa segunda, 11 (Foto: Montagem)

A ousadia de Bowie e Lira

Quis o destino que a segunda-feira, 11 de janeiro, entrasse para a história como o dia dos performáticos. Inicialmente pela triste notícia da morte do roqueiro David Bowie, vítima de câncer, um ícone do mundo artístico. Horas depois o até então desconhecido Wendell Lira, ex-Goianésia e hoje no Vila Nova, se transformava na maior surpresa da solenidade de premiação da Fifa com a escolha do seu gol, contra o Atlético no Serra Dourada, como o mais bonito de 2015. Por motivos e atividades bem distintas, Bowie e Lira foram aplaudidos e reverenciados pela arte do improviso.

O cantor britânico influenciou toda uma geração com sua irreverência e versatilidade musical. Já o jogador goiano, ainda com uma longa trajetória pela frente, está mostrando aos novos valores que é possível alcançar sonhos mais elevados com ousadia e criatividade. Enquanto o legado artístico de David Bowie segue imortalizado, o desafio de Wendell Lira reside agora na expectativa sobre a qualidade do seu futebol. Como sempre acontece com os cantores de comprovada qualidade, cobrados pelo repertório de seus discos, Lira terá que conviver com a expectativa por outros lances diferenciados. Uma simples pisada na bola vai ganhar repercussão triplicada.

LEIA MAIS: Wendell Lira bate Messi e tem eleito gol mais bonito de 2015. Mas o argentino é escolhido melhor do mundo

Thiago Silva chora abraçado a Felipão depois de fracasso da seleção (Foto: Reprodução)
Thiago Silva chora abraçado a Felipão depois de fracasso da seleção (Foto: Reprodução)

Rápidas

… A Rede Globo, mais uma vez, se superou negativamente ao não transmitir ao vivo a vitória maiúscula de Wendell Lira. Priorizou apenas a entrega da Bola de Ouro ao melhor jogador e deu espaço para uma sonolenta festa para o argentino Messi, resultado aguardado.

…  O comentarista Júnior, aliás, passou enorme recibo ao afirmar que Wendell Lira era um azarão na disputa pelo gol mais bonito. Ninguém tinha essa informação por ser tratar de votação popular.

… O prêmio para Lira apimenta ainda mais a rivalidade entre Goiás e Vila Nova. O jogador foi revelado na Serrinha, mas hoje pertence ao maior rival. Ingrediente a mais para o clássico que abre o Campeonato Goiano/2016.

… Quem diria que o zagueiro Tiago Silva, capitão-chorão do fracassado time de Felipão no Mundial do Brasil em 2014, conseguiria dar a volta a por cima e ser escolhido um dos melhores zagueiros no ano passado? Pode estar bem no seu clube, mas voltar para a seleção só mesmo com milagre.

Comentários do Facebook