Acidente no Itaquerão foi como ‘terremoto’ na reta final da Copa

Arena CorinthiansA Arena Corinthians ou Itaquerão, se impõe pela magnitude no estádio no alto de uma colina. Porém, nesta quarta-feira, 27, a moderna estrutura sucumbiu parcialmente, golpeando fatalmente dois operários e abalando a imagem do país sede da Copa do Mundo.

Um dos únicos operários que ficaram nos arredores da Arena Corinthians relatou que o desabamento foi como um terremoto. Segundo ele, as pessoas que estavam próximas ao local do acidente sentiram o chão tremer. “Muitos ficaram nervosos e começaram a chorar”, afirmou. O operário não quis revelar o nome. No momento do acidente, ele almoçava na cantina junto com centenas de outros operários.

Segundo o portal BBC Brasil a notícia da queda de parte do Itaquerão estremeceu a organização da Copa do Mundo

BBC  Brasil – Tão logo se anunciou a tragédia, uma multidão de jornalistas se apressou em chegar ao local. A imprensa ficou do lado de fora, no chão de terra batida, que até a Copa deve estar gramado e pronto para dar as boas vindas a torcedores de todo o mundo.

O estádio estava quase 100% finalizado. As cadeiras estão todas instaladas, o campo está pronto. Mas com o incidente, ninguém mais espera que o Itaquerão seja entregue até o fim do ano, como estava previsto.

O ex-presidente do Corinthians e agora responsável pelo Itaquerão, Andrés Sanchez, falou com a imprensa ao lado de um representante da construtora Odebrechet, na mesma cantina que indiretamente serviu de abrigo para os funcionários na hora do desastre.

Visivelmente nervoso, Sanchez “lamentou” a morte dos dois operários. Ele se negou a falar sobre prazos de entrega da obra e mostrou irritação ao responder as perguntas dos repórteres e ameaçou várias vezes interromper a entrevista, em meio ao calor úmido e abafado da cantina.

30% da estrutura do setor leste do Itaquerão foi comprometida e está interditada

Horas depois, o coordenador da Defesa Civil paulistana, coronel Jair Paca de Lima, disse que 30% da estrutura do setor leste do Itaquerão foi comprometida e está interditada. A polícia esteve no local e deve retornar para concluir a perícia.

“Pode ter ocorrido um erro de procedimento, uma torção do guindaste devido ao peso da peça. Algo também pode ter batido”, disse o coordenador da Defesa Civil.

Apesar dos atrasos, as obras não serão retomadas imediatamente. Ao fim da tarde, um cartaz escrito à mão foi colocado na cerca ao redor do Itaquerão: “Em respeito a família dos acidentados estaremos de luto nos próximos 3 dias e retomaremos os trabalhos em 2/12.”

Comentários do Facebook