Aparecida recebe seu primeiro curso de Psicologia

Diretor de desenvolvimento Divino Eterno e diretor acadêmico Carlos Alberto Vicchiatti comemoram criação do curso de Psicologia (Foto: Divulgação)
Diretor de desenvolvimento Divino Eterno e diretor acadêmico Carlos Alberto Vicchiatti comemoram criação do curso de Psicologia (Foto: Divulgação)

Mais um curso novo entrou para a grade da Unifan. Dessa vez a Psicologia é a alternativa para quem quer obter o diploma superior. A autorização veio do Ministério da Educação (MEC), através da portaria nº 310, de 15 de junho de 2016

A Portaria foi publicada no Diário Oficial da União no dia 18 de julho de 2016, o que dá à Instituição o direito de abrir a primeira turma a partir do próximo concurso vestibular, que vai acontecer no início do ano que vem. A autorização prevê oferta de 100 vagas anuais, ou seja, 50 por semestre.

De acordo com o diretor acadêmico da Unifan, o pós-doutor Carlos Alberto Vicchiatti, a autorização do MEC sela com sucesso a vigência do Plano de Pedagógico Institucional da Unifan, 2012/2016: “Nosso PDI foi ousado. Prevíamos a autorização para Medicina e Psicologia e conseguimos os dois objetivos”.

LEIA MAIS: Unifan abre inscrições para preenchimento de quatro vagas no curso de medicina

MEC

“A Educação necessita de comprometimento, para experimentar o crescimento constante, de forma que a quantidade não seja considerada superior à qualidade. Para se tornar avaliador do MEC é preciso muito preparo e dedicação à causa da educação. Preparados e sabedores da responsabilidade que pesa sobre seus ombros, os avaliadores são rígidos e isso merece elogios e não críticas. Precisa mesmo ser assim. Sabendo disso, ao pleitear aprovação de um curso, a Unifan procura saber todas as exigências e se prepara para cumprir todas elas. Foi graças a isso que conseguimos a autorização para termos na instituição o curso de Psicologia”, avaliou o diretor.

Três aspectos são fundamentais para aprovação de um novo curso superior pelo MEC: projeto pedagógico do curso, seu corpo docente e estrutura oferecida. No caso de Psicologia, o corpo docente da Unifan conta com índice superior a 60% de Mestres e Doutores, o Projeto Pedagógico foi espelhado no que existe de mais atual para a área e a estrutura atende todas as exigências do MEC.

Psicologia

Diretor de desenvolvimento da Faculdade Alfredo Nasser, professor Divino Eterno argumenta que a implantação do novo curso é um plano antigo da Unifan. “A Unifan tem compromisso social com a cidade de Aparecida de Goiânia. Mais do que instituição de ensino superior, somos parte constitutiva da formação histórica da cidade” disse.

Segundo ele, a Psicologia é a ciência que trata dos estudos e processos mentais do comportamento do ser humano e de suas interações com o ambiente físico e social. “Onde há psicólogos bem formados, a sociedade tem qualidade de vida melhor. Esse reconhecimento nos fez prepararmos bem para oferecer um curso de Psicologia dentro dos padrões dos melhores do País”, afirmou o professor.

O curso de Psicologia autorizado para a Unifan será o primeiro da cidade de Aparecida de Goiânia. A formação será em cinco anos, ou seja, 10 períodos.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook