Apresentador da Record chama Ludmilla de “macaca” ao vivo

Apresentador da Record chama Ludmilla de "macaca" ao vivo| Foto: Reprodução
Apresentador da Record chama Ludmilla de “macaca” ao vivo| Foto: Reprodução

O apresentador “Marcão” polemizou nesta semana ao chamar a cantora Ludmilla de “macaca”, (Veja o vídeo abaixo), durante a apresentação do programa Balanço Geral, exibido na TV Record de Brasília.

O fato começou quando a apresentadora Sabrinna Albert, do quadro “A hora da venenosa”, anunciou a notícia de que a artista estava evitando tirar fotos com os fãs.

“Um garçom lá da Ilha do Governador, lá no Rio de Janeiro, entregou a Ludmilla. Se você perguntar para o garçom se pode tirar foto com a Ludmilla, numa conversa combinada, eles vão dizer que ela está resfriada. Isso para não se aproximar dos fãs”, explicou Sabrinna.

publicidade

Em seguida, Marcão disse que a cantora era uma “pobre macaca”. “É uma coisa que não dá para entender. Era pobre e macaca, pobre, mas pobre mesmo”. Tentando justificar, ele acrescentou. “Eu falo para os meus amigos, eu era pobre macaco também. Hoje sou rico de saúde”, disse ao tentar consertar a declaração.

LEIA MAIS: Acidente grave em São Francisco: carreta invade rodoviária

Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu odio. Não deixaremos impune tais atos, trata se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão @marcaoapresentadortv não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional. Como já foi dito por Paulo Autran, “todo preconceito é feito da ignorância”, visto que os racistas não possuem um conhecimento de moralidade, tratando sua própria cor de pele como superior e única. Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário.

Um vídeo publicado por Ludmilla (@ludmilla) em

Televisão de pastor

Após ver o vídeo, Ludmilla decidiu denunciar o apresentador. “A mãe dela me ligou chorando, triste pra caramba. Ludmilla está muito chateada”, contou o empresário da artista, Alexandre Baptistini, ao Diário de Pernambuco. A queixa-crime será contra Marcão e a Record, segundo ele. “Quantas vezes precisar, ela vai processar sim. E ainda foi em uma televisão de pastor”, afirmou.

Em nota, Ludmilla disse que se trata de um caso “desrespeitoso e vergonhoso”. “Fica evidente que esse cidadão @marcaoapresentadortv [ela marcou o apresentador em seu Instagram] não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional”.

Ex-deputado estadual do Tocantins, Marcão defende que não foi racista e diz que a expressão é comum na região. “O termo ‘macaco’ é utilizado no Centro-Oeste sem teor pejorativo. Por exemplo: é bastante comum ver pessoas dizendo que ‘fulano é macaco velho’, pois já tem certa vivência em determinada coisa. É a mesma situação presente no vídeo, com a simples mudança do adjetivo que acompanha o termo. A acusação de racismo não procede”, argumenta ele, em nota.

Apresentador é demitido

Após o incidente, ele foi demitido. Em nota, a Record de Brasília lamentou os transtornos causados à cantora Ludmilla, sua família e seus fãs. “A Emissora repudia qualquer ato dessa natureza e afirma que este tipo de conduta não está na linha editorial de nosso Jornalismo. Por este motivo, a Record TV Brasília optou por rescindir o contrato do apresentador Marcão”, informou.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter