As curvas no caminho de Dilma – JOGO LIMPO com Rodrigo Czepak

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

A fase realmente não é das melhores para a presidente Dilma
A fase realmente não é das melhores para a presidente Dilma

Aos poucos, Dilma Rousseff segue aprendendo o quanto é complexa e espinhosa a articulação política que tanto esnobou. Depois de encostar seu governo no balcão, flexionando a espinha, a empáfia e a alma, como bem escreveu o articulista Josias de Souza, a presidente recebeu hoje o segundo recado da sua fria e pragmática base no Congresso Nacional: a reconstrução política está longe, muito longe do apaziguamento.

Os novos ministérios dados ao PMDB e a pressão sobre outros partidos não foram suficientes para garantir o quórum necessário e, desta forma, desarmar de vez as bombas que tiram o sono da equipe econômica. Isso pode até acontecer amanhã, às 11h30, para quando foi remarcada nova sessão do Congresso Nacional. Mas a trajetória de Dilma é longa e nebulosa, do tamanho de sua ojeriza pelos agentes políticos.

E sem humildade e a ajuda do criador Lula, a criatura dificilmente conseguirá recuperar a governabilidade plena. Resta saber até onde vai a disposição do ex-presidente, cada dia mais irritado com a capacidade da companheira em meter os pés pelas mãos.

Dez perguntas difíceis de responder:

1-      Se a Igreja Católica expulsar todos os padres que assumirem a homossexualidade, qual será a alternativa para suprir tamanho déficit?

Governador Marconi Perillo e senador Aécio Neves (Foto: Reprodução)
Governador Marconi Perillo e senador Aécio Neves (Foto: Reprodução)

2-      Se Marconi Perillo é referência como político, melhor governador do Brasil, segundo Aécio Neves, por que não ganhou um segundo sequer no programa nacional de 10 min do PSDB?

3-      Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, recebe consultoria do colega Paulo Maluf quando nega veementemente a existência de contas correntes no exterior?

4-      Reféns do crescimento vegetativo de suas folhas de pagamento, Governo de Goiás e Prefeitura de Goiânia irão suportar mais quanto tempo até que a fatura seja debitada de vez na conta do servidor?

5-      Depois do padre fantasma, da servidora papa-léguas e da frequente troca de “gentilezas físicas” entre os deputados, qual será o próximo escândalo de repercussão nacional na Assembleia Legislativa?

6-      A presidente Dilma Rousseff conseguirá sobreviver administrativamente até o final do ano se o julgamento no TCU e as mudanças na equipe não amenizarem a queda-de-braço com o Congresso Nacional?

7-       Qual fim de relacionamento conjugal interfere mais na vida do cidadão brasileiro: cantora Joelma com Chimbinha ou bailariana Aline Riscado, a Verão, com Rodrigo?

8-      A Série B em 2016 poderá contar, além do Vasco da Gama, com Goiás, Atlético e Vila Nova, um campeonato à parte?

9-      O que seriam dos telejornais da Rede Globo e afiliadas sem os longos minutos dedicados aos engarrafamentos de sempre no trânsito e à duvidosa previsão do tempo?

10-     Qual o sentido de discutir novo projeto de revitalização da Praça do Trabalhador sem avaliar a continuidade da duplicação da avenida Leste-Oeste, hoje emperrada pelo prédio da Câmara Municipal?

Comentários do Facebook