Suspeita de ser a mandante da morte do homem que ganhou repercussão nas redes após velar sozinho a mãe em Aparecida, jovem chegou a dizer em áudio que estava preocupada com o estado da vítima após o crime | Foto: Divulgação/PC
Suspeita de ser a mandante da morte do homem que ganhou repercussão nas redes após velar sozinho a mãe em Aparecida, jovem chegou a dizer em áudio que estava preocupada com o estado da vítima após o crime | Foto: Divulgação/PC

Suspeita de ser a mandante da morte do homem que ganhou repercussão nas redes após velar sozinho a mãe em Aparecida, uma jovem de 22 anos presa nesta semana chegou a dizer em áudio que estava preocupada com o estado da vítima após o crime.

José Ricardo Fernandes Ribeiro, de 44 anos, foi espancado e queimado dentro da própria casa na última 6ª feira (10) e não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a Polícia Civil, a mentora do crime contratou um matador de aluguel pelo Facebook.

incêndio Aparecida
Mulher procurou um matador de aluguel pelas redes sociais | Foto: Divulgação/PC

Ao preço de R$ 2 mil, o jovem, de 22 anos, aceitou ir até o endereço para espancar a vítima. Na sequência, suspeitando que José ainda pudesse estar vivo, a mentora ainda ateou fogo no seu corpo.

Motivação

De acordo com a investigação, ela havia ajudado José Ricardo a arrecadar cerca de R$ 40 mil para um tratamento de hemodiálise.

Posteriormente, ela teria mudado de ideia e então planejou o assassinato para tomar o dinheiro do homem.

Um áudio divulgado pela PC, porém, mostra a suspeita, com voz trêmula, manifestando preocupação com a saúde de José após o espancamento.

“Estou desesperada. Eu quero saber cadê o homem. Os médicos não sabem da situação do homem, que ele precisa de hemodiálise, não sabem os problemas que o homem tem, alergia a remédios. Eu vou tentar entrar em contato, qualquer coisa você me avisa aqui se achar ele”, afirmou a mulher no áudio, enviado a parentes.

Ouça:

Presa na 3ª feira (14), a dupla deve ser indiciada por homicídio e furto, já que também teriam levado celular, aparelho de televisão e carteira da vítima após o crime como forma de encenar um latrocínio.

ENTENDA OS DETALHES DESSA CASO CHOCANTE 👉 Homem que velou a mãe sozinho foi morto sob encomenda, aponta PC


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook