Balada Responsável vai a 15 municípios na Semana Santa

Balada
Quem for flagrado conduzindo veículo sob o efeito de álcool pode sofrer punição administrativa e ainda ser enquadrado em crime de trânsito

Com foco na preservação da vida e redução do número de acidentes causados pela combinação álcool e direção, o Detran-GO, em parceria com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, leva o programa Balada Responsável a 15 municípios goianos durante o feriadão da Semana Santa – de 17 a 21 de abril. As equipes de educação para o trânsito e fiscalização vão atuar na Região Metropolitana de Goiânia e em cidades que, tradicionalmente, recebem grande número de turistas nos feriados prolongados.

Além de Goiânia, Anápolis, Trindade e Aparecida de Goiânia, o programa Balada Responsável será levado a Caldas Novas, Pirenópolis, Corumbá de Goiás, Aruanã, Cidade de Goiás, Porangatu, Uruaçu, Três Ranchos, Catalão, Jaraguá e Goianésia. Esses municípios receberão equipes de educadores de trânsito que farão o trabalho de conscientização com os visitantes em bares, restaurantes, shows e outros; e equipes de fiscalização que atuarão em blitzes. Mais de 300 profissionais, entre servidores do Detran-GO e policiais militares, trabalharão na operação.

O programa é focado na sensibilização dos condutores para os riscos da combinação de álcool e direção e no cumprimento da Lei Seca, mas, durante os trabalhos, são observadas todas as questões inerentes ao trânsito e à segurança pública. O Detran-GO adverte que dirigir embriagado é crime. O motorista que não obedece à Lei Seca coloca em risco a sua vida e a vida dos outros.

Quem for pego…

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

Quem for flagrado conduzindo veículo sob o efeito de álcool pode sofrer punição administrativa e ainda ser enquadrado em crime de trânsito. O condutor flagrado no teste do etilômetro com até 0,33 miligramas por litro de ar expelido será autuado conforme o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Na autuação administrativa, o condutor terá que pagar multa no valor de R$ 1.915,40 (podendo dobrar em caso de reincidência), terá a CNH recolhida e responderá processo que pode resultar na suspensão de 12 meses do direito de dirigir. O veículo também fica retido até que seja apresentado um outro motorista habilitado.

Caso seja constatado pelo bafômetro valor igual ou superior a 0,34 miligramas por litro de ar (descontada a margem de erro), o motorista será enquadrado em crime de trânsito. Além das punições administrativas, ele será preso em flagrante, podendo pegar de 6 meses a três anos de detenção.