Banda Justo! completa oito anos de carreira e conquista fãs do Pop Rock

A Justo! já lançou dois trabalhos autorais e afirma que o principal desafio da banda ao longo da carreira foi a produção totalmente independente dos trabalhos

Aos olhos de muitos Goiânia é apenas a terra da música sertaneja. Há quem pense que pelas bandas de cá somente “É disso que o povo gosta é isso que o povo quer”.  Que o sertanejo tem raízes profundas em nossa cultura e se tornou um gênero mais que popular no cenário musical nacional, ninguém pode negar. Mais Goiânia é também a terra do pop, do rock, do samba, da música alternativa, a terra de apaixonados por música de qualidade que se dedicam em levar alegria e diversão ao público por meio de sua arte, independente do gênero musical.

E foi do desejo ávido por levar música de qualidade ao público cativo do gênero pop rock em Goiânia que nasceu a Banda Justo!, em meados de 2004. Oito anos mais tarde, a banda composta atualmente por Edu Moraes (Vocal/Guitarra), Roberto Batata (Baixo), Danilo Almeida (Bateria) e Luiz Medeiros (Teclados) conquistou uma considerável legião de fãs que lotam as frequentes apresentações do grupo nos pubs e bares da capital.

Anúncio na internet

publicidade

A banda começou de um jeito pra lá de inusitado, o vocalista foi achado por meio de um anúncio na Internet! Edu Moraes estava sem banda e os integrantes da extinta banda Garage estavam em busca de alguém para assumir o vocal em um novo projeto, o encontro virtual rendeu bons frutos. Influenciados por vários estilos, que vão do heavy-metal à MPB, a formação original da banda composta por Edu Moraes (vocal), Roberto Batata (baixo), Eduardo Vieira (Bateria) e Ian Parada (Guitarra) montou um repertório rico com músicas de bandas e artistas consagrados para só depois se dedicar aos trabalhos autorais. Para o vocalista Edu, essa primeira formação da Justo! foi essencial para que o grupo ganhasse espaço no mercado goiano. “Essa formação foi também extremamente importante pra que aumentássemos nossa experiência e amadurecêssemos enquanto músicos e banda”, afirmou Edu Moraes.

Estabelecida em 2011, a nova formação da Justo! conta ainda com o suporte do guitarrista Everton Queiroz. Essa nova parceria entre os músicos não só trouxe novas influencias para a banda como provocou uma mudança de foco nos trabalhos. “Estamos mais centrados em músicas autorais”, disse Edu.  O vocalista lembra ainda que a presença de um novo instrumento, o teclado/sampler, expandiu ainda mais os horizontes e possibilidades musicais do grupo.

A Justo! Já lançou dois trabalhos autorais e afirma que o principal desafio da banda ao longo da carreira foi a produção totalmente independente dos trabalhos. O CD “Pop.Rock.Fun” foi lançado em agosto de 2011 e o EP “Tudo Que Eu Quero Ter” chegou ao público em outubro desse ano. A principal música de trabalho da banda é coincidentemente uma das mais antigas, Último Vestígio, presente no CD “Pop.Rock.Fun”. “Último Vestígio é a música que as pessoas mais pedem e cantam nos shows. Me Espera do mesmo CD, e as novas Tudo Que Eu Quero Ter e Simplesmente Mulher também têm sido bastante pedidas durante os shows,” lembra Edu.

Jardim América

Parte dos integrantes da banda cresceu no Jardim América e encontrá-los pelas redondezas não é uma tarefa muito difícil. Além de se dedicarem à música, os integrantes da Justo! têm carreiras em outras áreas profissionais, mas seguem firmes no propósito de fazer da música bem mais que um robby.

Do outro lado, o dos fãs , o desejo é de a que esses oito anos de carreira da Justo! se multipliquem em muitos mais e que a banda continue deixando as noites goianas mais alegres e diversificadas.

Os interessados em conhecer mais sobre a Justo! e acompanhar o trabalho da banda, podem interagir com os músicos pelas redes sociais. Facebook: http://www.facebook.com/JustoOficial.

Daniella Barbosa, especial pro Folha Z