Bar do Piry, um dos butecos mais tradicionais do Jardim América

Danilo Ramos Mendes (no centro)e a equipe que atende no tradicional Bar do Piry
Danilo Ramos Mendes (no centro)e a equipe que atende no tradicional Bar do Piry

*Publicado na edição de Junho, do Jornal Folha Z

Um dos mais tradicionais bares do Jardim América se prepara para a Copa do Mundo

Os torcedores brasileiros já vislumbram a Copa do Mundo. E os locais preferidos para acompanhar os jogos da seleção são os tradicionais bares da capital. Em um setor tão grande e populoso como o Jardim América, não poderia faltar inúmeras opções, no entanto, um dos locais favoritos de torcedores do bairro é o famoso Bar do Piry.

E, ainda de dia, Francisco Ramos Mendes, o Piry, chega com caixas de cerveja e sobe uma das portas do estabelecimento, deixando a luz penetrar pelo pequeno vão aberto e pelas frestas de outras portas ainda seladas. Sob a luz dos finos raios de sol, se vê as cadeiras com as pernas para o alto sobre as mesas e os forros coloridos em verde e amarelo dobradinhos em uma caixa. A preparação para a Copa está para começar.

Preparação

O Bar do Piry já é experiente em atender os fãs de futebol. Nesse ano, sua decoração de bom gosto, típica dos botequins brasileiros dos anos 1950 ou 1960, recebe as cores da bandeira brasileira e se veste para a histórica Copa do Mundo de 2014. Será a segunda vez que o evento se realiza no País. Exatamente sessenta e quatro anos depois da primeira, o coração dos torcedores almejam que, desta vez, o final seja feliz para a seleção nacional. Ainda mais satisfatório será se comemorado juntos aos amigos em um tradicional barzinho à brasileira, como o Bar do Piry. O local promete abrir religiosamente em todos os jogos da seleção brasileira durante a Copa.

No ano que vem, o Bar do Piry, que recebe clientes dos mais variados bairros da capital, completa 37 anos de existência. Com tanto tempo de vida, o estabelecimento ainda mantém fregueses fiéis desde sua abertura. “O bar tem frequentadores que vêm desde que foi inaugurado”, conta Danillo Ramos Mendes, filho de Piry. Mas nem sempre o local foi um bar. Começou uma lanchonete, que comercializava salgados e bebidas. Com o tempo, tomou forma de barzinho e se tornou um tradicional ponto de Goiânia. “Nosso público é grande. Recebemos, além de clientes mais velhos, famílias e muitos jovens. Embora nosso foco seja o Jardim América, recebemos pessoas de toda a cidade”, diz Danilo.

Cardápio

O rapaz conta que há quatro anos deixou a profissão de economista, exercida no Distrito Federal, para ajudar o pai no negócio. Hoje, os dois administram juntos o Bar do Piry. Danilo já antecipa que planeja novidades na cozinha para o ano que vem. “Estamos com novas ideias de pratos para 2015. A reforma da cozinha será finalizada e o cardápio deve ser incrementado. Novos pratos e bebidas serão acrescentados. Não posso contar o que virá, pois muita coisa ainda pode mudar”, diz.

Segundo Danilo, todos os pratos são inspirados na cozinha nordestina. Os tradicionais mocotó em porção, rabada, dobradinha, dentre outros, permanecem no cardápio e são especialidades da casa há muitos anos. Já o escondidinho de carne de sol, frango piry e moqueca de pintado, além das porções de língua acebolada, fígado acebolado e isca de peixe, opções mais recentes no cardápio, também são excelentes pedidas para quem deseja conhecer melhor o local.

Comentários do Facebook