Black Friday: dicas para vender mais no final do ano

Presidente dá dicas para melhorar vendas na Black Friday e no fim de ano | Foto: Divulgação
Presidente dá dicas para melhorar vendas na Black Friday e no fim de ano | Foto: Divulgação

De acordo com análise do presidente do Sindicato do Comércio Varejista no Estado de Goiás (Sindilojas), José Carlos Palma Ribeiro, a expectativa é de crescimente para o faturamento do comércio no final de ano em Goiânia em relação ao ano passado. Segundo o presidente, houve aumento no volume de vendas do atacado em São Paulo nas últimas semanas, o que indica otimismo dos varejistas.

Mas o grande destaque do empresário vai para a oportunidade que a Black Friday oferece aos lojistas goianos. A promoção é uma tradição estadunidense e representa uma liquidação com descontos impressionantes para limpar os estoques que logo serão preenchidos com produtos para o Natal.

“É uma chance grande de lucrar no fim de ano. Mas o lojista precisa fazer uma Black Friday de verdade. Nada de dobro do preço pela metade”, advertiu o presidente. Para ele, o empresário que só tiver condição de oferecer 10% de desconto deve agir de acordo com suas possibilidades, e não “maquiar” descontos maiores.

LEIA MAIS: Iniciativa quer mudar corredor de ônibus para a esquerda em Goiânia

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

O presidente orienta que o empresário pense nos descontos como se fossem um investimento em publicidade, por exemplo. A ideia é que, por meio de descontos reais e boas condições de compra oferecidas, a Black Friday se torne um cartão de visitas para que o cliente retorne à loja posteriormente.

“Não adianta tentar enganar o cliente. Todo mundo tem um smartphone ao alcance da mão hoje em dia e, se a pessoa se deparar com a tal ‘Black Fraude’, vai colocar nas redes sociais na hora e a sua empresa vai virar piada na internet”, analisou José Carlos.

Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Goiás, José Carlos Palma Ribeiro | Foto: Guilherme Coelho
Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Goiás, José Carlos Palma Ribeiro | Foto: Guilherme Coelho

Dicas

Para que o lojista esteja melhor preparado para aumentar o seu faturamento no final de ano, época em que o mercado está mais aquecido, o presidente do Sindilojas recomenda que o passo inicial é observar o cliente. “Veja quais produtos são mais procurados, quais estão em falta, o que atrai o cliente. Você deve osbervar também a concorrência, para saber qual o diferencial dele para o consumidor”, orientou.

Outra dica valiosa é nunca deixar o visual da sua loja parado. Segundo José Carlos, uma vitrine bonita, chamativa e sempre cheia de novidades é uma das razões pelas quais o faturamento dentro dos shopping centers seja maior do que nas ruas da capital.

Além disso, a recomendação de sempre é procurar as entidades parceiras dos empreendedores. O Sindilojas e o Sebrae, por exemplo, oferecem cursos, consultorias e orientações importantíssimas para o empresário que almeja crescer.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter