O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta 5ª feira (28), que o governo deve propor uma 4ª parcela do auxílio emergencial.

Atualmente, o valor é R$ 600, mas uma nova quantia ainda está em estudo pelo governo, que poderá reduzi-lo.

O auxílio emergencial prevê o pagamento de 3 parcelas de R$ 600 para trabalhadores informais, integrantes do Bolsa Família e pessoas de baixa renda.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de 59 milhões de pessoas já receberam o benefício.

Cada parcela do auxílio emergencial custa aos cofres públicas cerca de R$ 48 bilhões.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a permanência por mais tempo do pagamento do auxílio emergencial, mantendo-se o valor de R$ 600.

*Redação com informações da Agência Brasil

1/3 de quem pediu auxílio emergencial ainda não recebeu nem a 1ª parcela


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook