Cadela quase morre após ser ferida a golpes de facão em Caldas Novas

"Ela é tudo que eu tenho, todo tempo nós tivemos juntas. Não quero perder minha cachorra”, disse aos prantos em entrevista a pequena Alannys, dona e amiga do animalzinho

Safira precisou passar por atendimento veterinário após ser ferida gravemente | Foto: ONG Socorro Animal
Safira precisou passar por atendimento veterinário após ser ferida gravemente | Foto: ONG Socorro Animal

Uma cadela foi ferida gravemente por um lavrador em Caldas Novas (GO), a 170 km de Goiânia.

O homem utilizou um facão para agredir o animal.

Ao ser detido, o homem estava sujo de sangue.

Já a cadela, que atende pelo nome de Safira, sofreu pelo menos cinco golpes de facão.

Economia Total Tatico – 300 x 250

Após o atendimento veterinário, ela precisou ter a orelha esquerda amputada.

O caso ocorreu na madrugada da última terça-feira, 6.

Cadela Safira ficou bastante ferida após ser golpeada com facão | Foto: ONG socorro animal
Cadela Safira ficou bastante ferida após ser golpeada com facão | Foto: ONG socorro Animal

Homem ataca cadela

Vizinho dos donos de Safira, o lavrador de 52 anos foi preso e disse à polícia que o animal era vítima de maus-tratos.

Em seu primeiro depoimento, ele afirmou ter ido até a casa vizinha para dar ração à cadela, mas acabou sendo mordido por ela.

O delegado responsável pelo caso, Tibério Martins, desconfiou da versão.

Isso porque o homem não tinha nenhum machucado e não conseguiu apresentar motivo para levar o facão consigo.

Além disso, a investigação conclui que o homem estava embriago quando agrediu Safira.

Inquirido, o suspeito admitiu que havia se incomodado com o latido da cadela.

Na delegacia, o lavrador assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por maus-tratos e foi liberado.

Depois de passar por atendimento veterinário, cadela já se recupera | Foto: ONG Socorro Animal
Depois de passar por atendimento veterinário, cadela já se recupera | Foto: ONG Socorro Animal

Os donos de Safira

A dona da cadela, Débora de Souza Duarte, foi quem presenciou a agressão.

Ela contou à polícia que ouviu Safira chorar e, ao sair na janela, viu o vizinho ferindo-a. Débora então acionou a Polícia Militar.

Débora disse ainda que viu toda a ação. Chorando, ela conta que Safira não latia mais depois que teve as costas e a orelha rasgadas.

O veterinário Eder Henrique Guerra afirmou que Safira chegou até o consultório com hemorragia e precisou de transfusão.

Apesar do susto, a cachorra já tem previsão de alta para sexta-feira, 9.

Safira precisou passar por atendimento veterinário após ser ferida gravemente | Foto: ONG Socorro Animal
Safira precisou passar por atendimento veterinário após ser ferida gravemente | Foto: ONG Socorro Animal

“Ela é tudo que eu tenho, ela brinca com meus irmãos, brinca comigo, todo tempo nós tivemos juntas. Não quero perder minha cachorra”, disse aos prantos a pequena Alannys de Souza, de 10 anos, filha de Débora, em entrevista ao G1.

LEIA MAIS: Animais podem ganhar comedouros e bebedouros em praças de Goiânia


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)