Casa de torcedora acusada de racismo é incendiada em Porto Alegre

Torcedora chega à delegacia para prestar depoimento sobre a acusação de racismo (Foto: Reprodução)
Torcedora chega à delegacia para prestar depoimento sobre a acusação de racismo (Foto: Reprodução)

Patrícia Moreira, julgada por racismo, teve a casa incendiada na madrugada dessa sexta-feira (12), em Porto Alegre. Não havia ninguém na residência no momento do incêndio, que, segundo os bombeiros, foi controlado por volta das 4h.

Patrícia foi flagrada xingando o goleiro santista Aranha com ofensas racistas pelas câmeras da emissora que transmitia a partida entre Grêmio e Santos no dia 28 de agosto, pela Copa do Brasil.

Ela já foi ameaçada de morte e estupro pela internet, além várias depredações a sua casa, e teve até que passar a morar com os pais. Um dos irmãos de Patrícia disse que vai registrar queixa do ocorrido na Polícia Civil.

Lorrane Ellen – estagiária 

Comentários do Facebook