Procurador do STJD dá definição sobre punição do Goiás por Ernandes

Torcedores rivais pediram punição do clube por documentação falsificada do atleta

Caso Ernandes: jogador é acusado de adulterar a própria idade | Foto: divulgação
Caso Ernandes: jogador é acusado de adulterar a própria idade | Foto: divulgação

Está descartada a possibilidade de punição ao Goiás no caso Ernandes.

Segundo o jornalista André Isac, não há chance de perda de pontos do clube por uma suposta irregularidade em documentos do lateral-esquerdo.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes de Campinas, o procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Marcus Campos, afirmou que apenas o jogador deve ser julgado.

André Isac, por meio de rede social, informa que o Goiás não será julgado no caso Ernandes | Foto: reprodução
André Isac, por meio de rede social, informa que o Goiás não será julgado no caso Ernandes | Foto: reprodução

Caso Ernandes

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

O lateral-esquerdo do Verdão é acusado de falsificar uma documentação pessoal.

De acordo com um jornalista da Rádio Central de Campinas, o jogador teria duas certidões de nascimento: uma datada de 1985 e outra de 1987.

A adulteração da idade é popularmente conhecida no futebol como “gato”.


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)