Cinco homens foram presos acusados de furto, roubo e estelionato em Goiás

furto e roubo
Agentes da DERFRVA prenderam cinco suspeitos de crime de furto, roubo e estelionato hoje (8) em Goiânia | Foto: Divulgação / Polícia Civil

Agentes da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) prenderam nesta sexta-feira (8) cinco homens suspeitos de crimes como furto, roubo de carro e estelionato. A ação aconteceu em conjunto com a Operação Acã e é o resultado de investigações que começaram em junho passado.

De acordo com Adriano Costa, titular da DERFRVA, os casos não tem ligação entre si. “Decidimos fazer o cumprimento dessas prisões simultaneamente por questão de economia administrativa”, afirmou. Ainda segundo o titular, existe muito material contra os suspeitos, de vídeos até confissões.

LEIA MAIS: Homem é assassinado na Avenida Independência

Os casos

Um dos casos era o de um roubo ocorrido em uma pizzaria de Senador Canedo, em dezembro do ano passado. O crime foi apurado e dois suspeitos foram presos em Goiânia. Um deles seria filho de um policial militar.

A terceira prisão ocorreu por causa de um estelionato. O suspeito teria, em duas circunstâncias diferentes, vendido automóveis para moradores do Estado do Amazonas e, imediatamente depois, prestado queixa pelo roubo dos veículos. Com o esquema, ele teria recebido o dinheiro referente à venda e também aos seguros dos carros. No momento, os veículos estão apreendidos.

O roubo de um veículo no Jardim das Hortências, em Goiânia, motivou a quarta detenção. O crime ocorreu em abril deste ano e o suspeito é o funcionário de uma loja de tatuagem. Ele foi preso no local onde trabalhava.

O último caso é sobre um crime ocorrido no último dia 23 de junho no Setor Serrinha, em Goiânia. Dois indivíduos entraram em um estabelecimento comercial com armas de fogo e levaram vários pertences dos clientes. Em seguida, fugiram com um veículo Jetta, que foi encontrado após dois dias, junto com um dos suspeitos. O segundo suspeito foi preso nesta manhã (8).

Comentários do Facebook