A temporada de verão na TV e o que começar a assistir – Coluna de Seriados

Uma guerra declarada entre anjos e homens é o tema do drama do canal de Ficção Científica e Fantasia
Uma guerra declarada entre anjos e homens é o tema do drama do canal de Ficção Científica e Fantasia

Como um fanático por seriados de televisão (predominantemente norte-americanos, é verdade), estreio aqui uma coluna semanal para falar sobre essa mídia tão diversa e que cativa milhões ao redor do globo.

O mês é agosto e o tema não poderia ser outro: a temporada de verão. A tal Summer season, que sempre foi um período dominado por reality shows e uma escassez completa de produções interessantes, surpreendeu em 2014. Foram muitas estreias em diversos canais, com temas que passaram da primavera árabe ao arrebatamento bíblico. Em seguida vão os principais destaques de junho e julho na TV.

Dominion (Syfy)

Realizada como uma sequência do filme Legião, de 2010, Dominion conta a história dos sobreviventes de uma guerra entre os anjos, liderados pelo arcanjo Gabriel, e os humanos, auxiliados por Miguel. O drama consegue ter mais consistência e apelo do que o filme de origem, apesar de cometer erros na construção de alguns personagens. A vantagem é o território pouco (ou mal, vide Supernatural) explorado nas telas.

The last ship (TNT)

Outro drama pós-apocalíptico, The last ship é sobre a tripulação de um navio de guerra americano buscando a cura para um vírus que quase extinguiu a população humana. O que atingiu boa audiência para um piloto eletrizante, com ação, suspense, procedimentos militares críveis e curiosidade. Infelizmente, a série perde o rumo nos episódios seguintes, com arcos vazios e, aparentemente, sem relevância para o desenvolvimento da história.

The leftovers (HBO)

Criada por um nome forte da clássica Lost (Damon Lindelof), The leftovers mostra o mundo tentando lidar com o trauma do desaparecimento misterioso de 2% das pessoas na Terra. O padrão de qualidade é, sem dúvida, o das grandes produções da HBO, com boas atuações, fotografia, trilha e referências. Talvez o roteiro peque pela falta de ação, mas a interação das personagens ainda pode garantir entretenimento de muita profundidade.

Extant (CBS)

Vale a pena dar uma chance a uma série sobre uma mulher que vai ao espaço sozinha e volta, inexplicavelmente, grávida? E se ela for produzida por Steven Spielberg e protagonizada por Halle Berry? Extant caminha perigosamente por lugares comuns e talvez nem a capacidade da oscarizada atriz de Hollywood seja capaz de salvar a falta de interesse em uma história tão repetida e, por muitas vezes, incoerente consigo mesma.

Epic meal empire (fyi)

O show é pra quem curte culinária – de um jeito diferente. Os quatro homens barbudos chegaram à televisão depois de um sucesso estrondoso na internet, com mais de 6 milhões de inscritos no YouTube. As lasanhas com camadas de hambúrguer e bacon são impressionantes, mas o programa se enquadrou demais nas pieguices desse formato de TV.

Volto na semana que vem com a segunda parte dos pilotos da Summer season. Até lá!

Marco Faleiro é estudante de jornalismo e já tem mais de duas mil horas de seriados assistidos – [email protected]

Comentários do Facebook