Coluna Na Marca do Pênalti – A volta de Rivaldo aos gramados mostra o baixo nível técnico do futebol brasileiro

Na marca do Pênalti

O nível do futebol brasileiro pode ser medido pela volta do pentacampeão mundial Rivaldo aos gramados.

O jogador, de 43 anos, que estava aposentado há um ano e quatro meses, resolveu voltar a jogar para ajudar o Mogi Mirim, onde Rivaldo exercia o cargo de presidente do clube.

É óbvio que o meia atacante sentiu a volta aos gramados, mesmo para disputar o Campeonato Brasileiro série B. Em três jogos, o time do interior paulista conseguiu sete pontos e saiu da lanterna da competição.

Rivaldo marcou um gol de pênalti. Mesmo parado há dias 16 meses e com problemas no joelho, o jogador foi destaque. Jogou muito.

Qualidade dos jogadores

Inegavelmente o cara tem muito futebol. Foi eleito melhor jogador do mundo, destaque do Brasil na conquista da Copa do Mundo 2002 e atuou em grandes clubes. Como também é inegável que aos 43 anos e sem jogar há tanto tempo, era normal se Rivaldo apresentasse um desempenho ruim.

A pergunta que fica é o nível de competitividade a série B. Claro que não se pode esperar muito de uma segunda divisão, são várias limitações, principalmente técnicas. Porém, a qualidade dos jogadores mostra como o futebol brasileiro tem a evoluir.

Comentários do Facebook