Com paralisação, Goiânia registra 10 assassinatos em 24 horas

Terminou às 8h desta quinta-feira (10) a Operação Produtividade Zero dos servidores da Segurança Pública do Estado, que durante 24h realizaram uma interrupção nos serviços.

O saldo foi extremamente negativo e a população “pagou o pato” mais uma vez. Foram registrados, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), 14 homicídios em Goiás, sendo 13 na região metropolitana. Destes, 10 na capital.

Nesta manhã, o Instituto Médico Legal (IML) tinha 15 corpos à espera de liberação e apenas dois legistas iniciaram os trabalhos, enquanto os familiares aguardavam do lado de fora sem uma previsão.

Ainda de acordo a SSP, o número de veículos furtados e roubados foi de 91, um recorde para um período de apenas 24 horas.

A paralisação dos servidores foi uma forma de chamar a atenção da sociedade e do governo estadual para o reajuste salarial da categoria.

Comentários do Facebook