Justiça goiana permite que PC use carros e armas do Comando Vermelho

Fuzis, revólveres, espingardas, carros de luxo e mais foram apreendidos com a facção criminosa em Goiânia

Foram apreendidas oito armas de fogo, entre elas um fuzil americano marca Spikes Tactical calibre 556, com suspeitos de integrarem facção Comando Vermelho | Foto: Divulgação/PC
Foram apreendidas oito armas de fogo, entre elas um fuzil americano marca Spikes Tactical calibre 556, com suspeitos de integrarem facção Comando Vermelho | Foto: Divulgação/PC

Nove pessoas suspeitas de fazerem parte da facção criminosa Comando Vermelho passaram de detenção temporária para prisão preventiva em Goiânia.

A decisão é da juíza Placidina Pires, da 6ª Vara dos Crimes Punidos com reclusão.

Além disso, a magistrada ainda determinou que as forças policiais possam utilizar carros e armamento apreendidos da facção.

Juíza da 6ª Vara dos Crimes Punidos, Placidina Pires | Foto: Reprodução
Juíza da 6ª Vara dos Crimes Punidos, Placidina Pires | Foto: Reprodução

O grupo é suspeito de traficar drogas e armas de fogo.

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

As ações dos envolvidos teriam sido realizadas em quatro Estados: Goiás, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Mato Grosso.

No momento da apreensão da quadrilha, foram encontradas em posse do grupo oito armas de fogo, entre as quais um fuzil americano calibre 556, revólveres e espingardas.

Além disso, foram encontradas munições, mais de R$ 200 mil em espécie, relógios importados e 11 carros de luxo.

Também foram apreendidos com os suspeitos 11 veículos | Foto: Divulgação/PC
Também foram apreendidos com os suspeitos 11 veículos | Foto: Divulgação/PC

Poder

As investigações apontaram que em um período de oito meses, apenas em um dos núcleos financeiros do grupo circulou um total de R$ 14 milhões.

O Folha Z apurou que a polícia prepara uma investigação para desvendar esquema de lavagem de capitais em Goiás.

A juíza determinou a apreensão cautelar dos bens do grupo.

Ela permitiu ainda que a Polícia Civil utilize cinco dos carros apreendidos, além dos armamentos da facção.

Além disso, a magistrada deferiu que os policiais podem fazer uso compartilhado das provas para cruzá-las com outras investigações.

Lancha triton 280 avaliada em R$ 250 mil foi apreendida | Foto: Divulgação/PC
Motocicleta Honda CB 1000 apreendida em operação da Draco | Foto: Divulgação/PC
Motocicleta Honda CB 1000 apreendida em operação da Draco | Foto: Divulgação/PC

LEIA MAIS: Relembre Leonardo Pareja: de sequestros e rebeliões à morte sem fama


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)