Peixe cru de comida japonesa transmite vermes que perfuram o intestino

Homem de 32 anos chegou ao hospital com sintomas gástricos, dores abdominais, vômitos e febre. A causa: parasita no intestino

Baseada em peixe cru, comida japonesa pode ser perigosa para a saúde caso cuidados básicos não sejam tomados | Foto: Reprodução
Baseada em peixe cru, comida japonesa pode ser perigosa para a saúde caso cuidados básicos não sejam tomados | Foto: Reprodução

Comer peixe cru já deixou de ser algo estranho para os Brasileiros.

Mas médicos portugueses alertam um risco de consumir essas iguarias da comida japonesa.

Segundo pesquisas, existe um aumento preocupante de doenças motivadas por parasitas no intestino.

A razão seria a crescente popularidade da comida japonesa no ocidente.

Explosão de Ofertas Tatico – 300×250

O artigo foi publicado no periódico cientifico British Medical Journal Case Reports.

A publicação relata o caso de um homem de 32 anos que chegou ao Hospital de Lisboa com sintomas gástricos, dores abdominais, vômitos e febre.

Ao ser examinado, o paciente foi diagnosticado com um verme do gênero Anisakis, comum em peixes e frutos do mar.

O paciente confirmou que havia comido sushi recentemente.

Sintomas

O médicos ainda reafirmaram que a doença causada pelo verme pode ter sintomas agravados.

Alergias, urticárias, sangramento abdominal e até perfuração do intestino.

Ovos do parasita ficam alojados no peixe que, por ser servido cru, leva os ovos diretamente para intestino.

Lá, os vermes encontram o ambiente ideal para se desenvolverem.

Em sua fase adulta, o parasita tem em média três centímetros de comprimento e um milímetro de diâmetro.

Endoscopias de paciente que após consumir sushi, desenvolveu parasita que ficou firmemente preso a uma área da mucosa intestinal, causando inchaço e hiperemia. Para retirar foi necessário de procedimento cirúrgico | Foto: Carmo J, Marques S, Bispo M, et al. BMJ Case Rep Published
Endoscopias de paciente que após consumir sushi, desenvolveu parasita que ficou firmemente preso a uma área da mucosa intestinal, causando inchaço e hiperemia. Para retirar foi necessário de procedimento cirúrgico | Foto: Carmo J, Marques S, Bispo M, et al. BMJ Case Rep Published

Um documento da Secretaria de Saúde de São Paulo publicado em 2001 já apontava que o Japão possui o maior número de casos das doenças motivadas pelos parasitas Anisakis.

Outros artigos confirmam casos do parasita em humanos em razão do consumo da comida japonesa.

LEIA MAIS: As melhores pizzarias de Aparecida de Goiânia – LISTA


Acompanhe o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook