Como proceder em um acidente de trânsito

Acidente na Avenida Paulista, em SP | Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas
Acidente na Avenida Paulista, em SP | Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Comum no dia a dia de qualquer cidade, acidentes automobilísticos são vistos com frequência em Goiânia. Frequentemente também os condutores envolvidos na colisão deixam seus carros na rua, no local da batida, esperando a vistoria do seguro ou do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar. Mas será que essa é a postura correta?

Segundo o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), o correto é retirar o carro do meio da rua nos casos em que não houver vítimas feridas. Ou seja, em acidentes de pequena gravidade, apenas com danos aos veículos, o certo é não bloquear o trânsito.

De acordo com o artigo 178 do Código de Trânsito Brasileiro, para assegurar a fluidez e a segurança no local, os envolvidos no acidente devem remover os veículos para um local seguro. Caso contrário, cometerão uma infração de natureza média e receberão multa de R$ 130,16.

Dica do Detran sobre acidentes de trânsito | Foto: Reprodução/ Facebook
Dica do Detran sobre acidentes de trânsito | Foto: Reprodução/ Facebook

LEIA MAIS: Quantos km seu carro pode andar na reserva? Descubra

O que fazer?

Nos casos sem vítimas, não é necessário nem mesmo acionar as autoridades de trânsito. A recomendação das seguradores é fotografar os danos de todos os ângulos possíveis, anotar as placas dos veículos envolvidos, endereço completo do local e nome e telefone de eventuais testemunhas.

A partir disso, você deve registrar um boletim de ocorrência (BO), o que pode ser feito facilmente pelo site de Registro de Atendimento Virtual de Goiás. O BO é aceito pelas seguradores para que seja aberto o processo de restauração dos veículos.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook