Compre do pequeno negócio, economize combustível e ajude a salvar o País!

Estimular o consumo de produtos e serviços fornecidos por micro e pequenas empresas é o objetivo de iniciativa recém-lançada pelo Sebrae 

Diretor do Sebrae Igor Montenegro fala ao repórter do Folha Z Marco Faleiro (Foto: Folha Z)
Diretor do Sebrae Igor Montenegro fala ao repórter do Folha Z Marco Faleiro (Foto: Folha Z)

A crise de confiança e de investimentos que o Brasil enfrenta tem um remédio (que talvez não cure, mas alivia os sintomas) de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Goiás (Sebrae-GO). Uma campanha apoiada e promovida pela instituição tem o objetivo de desenvolver as economias locais estimulando os consumidores a comprarem de pequenos negócios.

De acordo com o diretor superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, a campanha “Compre do Pequeno Negócio” se justifica porque, ao comprar em estabelecimentos da vizinhança, o consumidor ajuda a desenvolver a economia local, garantindo mais empregos à região. “Na crise, o consumidor pode mudar de hábitos e ajudar a consolidar uma economia nacional mais estável, cuja base são os pequenos negócios”, afirmou o diretor.

Dados do Sebrae apontam que os negócios de micro e pequeno porte correspondem a 95% do total de empresas brasileiras, empregam 52% da população que tem carteira assinada e respondem por 27% do PIB nacional. Somando-se a isso, segundo o diretor, “existem os benefícios do atendimento diferenciado e da negociação cara a cara, coisas que o consumidor dificilmente encontrará nas grandes empresas”.

Ferramentas

Para Igor, há bons motivos para que a população concentre seu consumo nos pequenos negócios. “O primeiro deles é a proximidade de casa ou do trabalho, o que evita perda de tempo com deslocamentos. Como consequência, o dinheiro fica no bairro e pode ser reinvestido em melhores instalações”. Outro argumento está na geração de empregos: “É muito comum que os jovens consigam seu primeiro emprego em estabelecimentos pequenos”.

Consultoria

Desafiados pelas dificuldades do momento da economia, os micro e pequenos empresários têm à disposição uma consultoria completa no Sebrae, além de cursos técnicos e capacitantes. O “sebraetec”, por exemplo, oferece até 80% de subsídio para o empresário que tiver um plano de inovação em diversas áreas produtivas. Já o MarketUp entrega um sistema de gestão online completamente gratuito.

Atividades

Nos meses de agosto e setembro, o Sebrae efetuará em todo o Brasil diversas atividades como preparação para o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa (5/10). Entre as mais interessantes está a semana de capacitação, que ofertará cursos de gestão e dicas essenciais para pequenos empresários goianienses entre 21/9 e 26/9.

Para Igor, não se pode apenas esperar pelas iniciativas governamentais para mudar a atual situação. Segundo ele, é preciso que a sociedade se una em torno da iniciativa.

Comentários do Facebook