Consultar Débitos de Veículos pode ser feito facilmente por meio do site do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO).

Essas informações são importantes se o proprietário não quer ter nenhuma surpresa durante uma parada policial ou mesmo quando for transferir o carro.

Para consultar os débitos, basta ter em mãos a placa do carro e o número do seu Registro Nacional de Veículo (Renavam).

A pesquisa é gratuita e emite vários dados importantes para o proprietário.

Confira o passo a passo para consultar Débitos de Veículos em Goiás:

  1. Para consultar os débitos do seu veículo, é só acessar o site do Detran Goiás;
  2. No menu esquerdo, clique em “Veículos”;
  3. Depois, clique em “Consulte seus Débitos”;
  4. Na próxima janela, marque a opção “LI e CONCORDO com o conteúdo das orientações acima”;
  5. Por fim, é só fornecer a placa do carro e o renavam.
Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

Veja na animação abaixo:

Débitos

Entre as informações obtidas por meio do site estão multas, infrações, licenciamento, financiamento e mais. Confira:

Débitos de Infrações

Passo-a-passo de como consultar multas em Goiás | Foto: Detran
Veja também como consultar multas em Goiás | Foto: Detran

Caso o veículo tenha sido multado, a informação estará contida nesse setor.

Além de poder obter detalhes sobre data, local e tipo da infração, o motorista também poderá descobrir o valor da multa.

De posse desses dados, é possível ainda emitir o boleto e quitar o débito, tudo online.

Caso não haja nenhuma multa pendente, a seguinte mensagem será emitida: “Não existe débito de infrações até o presente momento”.

Débitos em Dívida Ativa

Dívida Ativa é qualquer pendência que o contribuinte tem para com o governo | Foto: Pixabay
Dívida Ativa é qualquer pendência que o contribuinte tem para com o governo | Foto: Pixabay

Os débitos em Dívida Ativa referem-se às pendências que o contribuinte tem para com o governo.

É o que ocorre quando você deixa de pagar impostos do carro ou da casa, além de multas e taxas obrigatórias.

E essa dívida com o governo não é equivalente a uma inadimplência comum.

Isso porque, apesar de não resultar na negativação do seu nome, pode ser desencadeada uma execução fiscal e consequente perda de imóvel comercial, carro ou qualquer outro bem.

Então, se você estiver devendo Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), essa informação constará nesse setor.

Caso não haja pendências, haverá a mensagem: “Não existe(m) débito(s) em Dívida Ativa até o presente momento”.

Bloqueio Administrativo
Bloqueio Administrativo impede transferência do veículo | Foto: Pixabay
Bloqueio Administrativo impede transferência do veículo | Foto: Pixabay

O Bloqueio Administrativo impede que o carro que foi vendido seja licenciado sem que o novo dono transfira a propriedade para si.

Embora o serviço não exima o proprietário de responsabilidade pelo uso do carro, impede que o novo proprietário faça qualquer serviço no Detran sem ter passado o veículo para seu nome.

Para resolver essa pendência, a alegação de venda deve ser feita junto ao Detran antes da transferência.

Assim, o vendedor do veículo deve levar cópia do CRV com dados do comprador.

A partir desse momento, ele se isenta de cobrança de multas e pontuações na sua carteira, já que ha provas de que o carro foi vendido.

Mas, caso tudo esteja regularizado, a mensagem será a seguinte: “Não existe bloqueio administrativo até o presente momento”.

Bloqueio Judicial
Bloqueio judicial significa que o veículo possui algum tipo de penhora ou dívida do atual proprietário | Foto: Pixabay
Bloqueio judicial significa que o veículo possui algum tipo de penhora ou dívida do atual proprietário | Foto: Pixabay

Também conhecido como bloqueio ativo, o bloqueio judicial significa que o veículo possui algum tipo de penhora ou dívida do atual proprietário.

Sendo um bem ativo com valor de mercado, o carro é uma forma de recuperação de um valor devido.

Pode ser pela financiadora ou até mesmo em processos de falência de empresas.

Mas o detalhe é que esse bloqueio ocorre por meio de uma ordem judicial.

Assim, o carro fica sob uso restrito e pode ser recolhido por um oficial de justiça a qualquer momento para a finalização do processo.

Como os processos geralmente levam anos, o veículo pode circular normalmente nesse meio tempo.

Caso não haja essa restrição, o site do Detran Goiás indicará a mensagem: “Não existe bloqueio judicial até o presente momento”.

Gravame

O Gravame é o registro atrelado a todos os veículos comprados por meio de financiamento.

Dessa maneira, ele é incluso no sistema Detran como uma alienação do veículo com a instituição financeira.

Esse dado é importante, pois impede que o veículo seja transferido a outro proprietário durante a sua vigência.

Para alterar a restrição, o proprietário deve realizar o pagamento da “baixa do gravame” junto ao Detran assim que tiver quitado todas as parcelas do financiamento.

LEIA MAIS: Tudo sobre como recorrer de multa em Goiás


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)