Ministros da Justiça, Sergio Moro, da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, da Casa Civil, Braga Netto, e da Economia, Paulo Guedes, participam de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, sobre as ações de enfrentamento ao covid-19 no país | Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil
Ministros da Justiça, Sergio Moro, da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, da Casa Civil, Braga Netto, e da Economia, Paulo Guedes, participam de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, sobre as ações de enfrentamento ao covid-19 no país | Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Portaria do Ministério da Saúde publicada nesta 5ª feira (2) obriga veterinários e profissionais de outras 13 categorias a se cadastrarem para atuarem no Sistema Único de Saúde (SUS) no combate à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A estratégia é capacitar os trabalhadores em protocolos clínicos oficiais de enfrentamento à pandemia por meio de cursos a distância.

Realizado por meio da internet, o cadastramento é obrigatório.

Após o preenchimento do formulário, o profissional receberá um link de acesso aos cursos de capacitação.

De acordo com a portaria, a ação abrange as áreas de:

  1. serviço social,
  2. biologia,
  3. biomedicina,
  4. educação física,
  5. enfermagem,
  6. farmácia,
  7. fisioterapia e terapia ocupacional,
  8. fonoaudiologia,
  9. medicina,
  10. medicina veterinária,
  11. nutrição,
  12. odontologia,
  13. psicologia
  14. e técnicos em radiologia.

Cadastro de reserva

A medida, em caráter emergencial, é justificada pelo Governo Federal pela necessidade de mobilização da força de trabalho em saúde para a atuação serviços ambulatoriais e hospitalares do SUS.

Dessa maneira, os conselhos nas áreas da saúde deverão enviar ao Ministério da Saúde os dados dos seus profissionais.

O ministério, por sua vez, vai identificar e informar aos conselhos os respectivos profissionais que não preencheram o cadastro ou que não concluíram os cursos.

Com esses dados, será formalizado um cadastro geral de profissionais habilitados à disposição de gestores federais, estaduais, distritais e municipais do SUS, em caso de necessidade, para orientar suas ações de enfrentamento à covid-19.

Governo desenvolve app para cadastro do benefício de R$ 600


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook