Multa é possibilidade para reforçar o uso de máscaras nas ruas de Goiás | Foto: GovBogotá/Fotos Publicas
Multa é possibilidade para reforçar o uso de máscaras nas ruas de Goiás | Foto: GovBogotá/Fotos Publicas

A imposição de multa para quem não estiver de máscara nas ruas dos municípios goianos é estudada como uma medida a ser acrescentada por um novo decreto estadual no combate à pandemia do coronavírus.

O atual decreto do governador Ronaldo Caiado, que tem validade até domingo (19) e proíbe o funcionamento da maior parte das atividades econômicas, deve ser flexibilizado pela nova norma.

Com o aumento no fluxo de pessoas, o uso das máscaras de proteção é visto como uma das únicas formas de conter a transmissão do vírus.

Exemplos

Em Goianésia (onde já foram registrados 16 casos de coronavírus e 1 morte), um decreto do prefeito Renato de Castro já adotou um procedimento semelhante.

Desde a última 2ª feira (13), o uso obrigatório de máscaras na cidade já começou a ser fiscalizado pela Polícia Militar, que pode deter cidadãos por desobediência ao decreto e à norma sanitária.

O uso de máscaras já é obrigatório em pelo menos 4 capitais: Florianópolis, Santa Catarina, Belo Horizonte e Cuiabá.

No Mato Grosso, o governador Mauro Mendes (DEM) já enviou até um projeto de lei à Assembleia Legislativa prevendo multa de R$ 140 para cada infração à medida.

Coronavírus: fechamento do comércio e impacto nos contratos de locação


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook