Defesa Civil alerta para mais alagamentos em Goiânia

Bairro goianiense alagado pela enchente em janeiro (Foto: Defesa Civil)
Bairro goianiense alagado pela enchente em janeiro
(Foto: Defesa Civil)

De acordo com a Defesa Civil, 54 pontos de Goiânia estão sujeitos a alagamentos devido às chuvas. Entre eles estão os bairros que foram atingidos pela enchente do dia 19 de janeiro, quando houve o extravasamento dos córregos Cascavel, Ribeirão Anicuns e Rio Meia Ponte.

As Vilas São José, São Paulo e Roriz, localizadas na Região Noroeste, onde cerca de 700 famílias tiveram que ser retiradas às pressas pelas equipes de resgate, estão em nível de alerta e são monitoradas constantemente por parte do órgão.

O comandante da Operação Enchentes e Alagamentos, tenente-coronel Marcos Abraão Monteiro de Paiva, afirma que, assim que começa a chover, os militares ficam por perto, caso haja a necessidade de orientar e realocar os moradores.

Paiva diz que as pessoas em situação de risco iminente de catástrofes naturais não podem se arriscar e recomenda ter sempre em mãos o contato de um amigo, parente, igreja ou ginásio para recorrer durante uma emergência. O poder público já tem esses telefones cadastrados.

LEIA MAIS: Delegado Waldir está de saída do PSDB

Recomendações

Motoristas que passarem por pontos de alagamento, geralmente baixadas próximas a córregos e rios, devem abandonar o carro e procurar um local seguro para esperar o nível baixar e só depois prosseguir a viagem.

É necessário aguardar que técnicos da Defesa Civil e Bombeiros façam a inspeção de segurança nos imóveis e prevenir as contaminações decorrentes do contato com a água suja, que pode transmitir uma série de doenças como a leptospirose e verminoses em geral e causar diarreia. (Com informações do Goiás Agora)

 

Comentários do Facebook