Dia dos Pais: consumidores devem aproveitar as liquidações fora de época

cc
Vale a pena pesquisar para dar o presente do Dia dos Pais

Os descontos estão por todas as vitrines. Eles vão de 20% a 60%, e se a pesquisa for grande é possível encontrar produtos com valor até 70% mais baixo em todo comércio. As liquidações vieram para aquecer a economia e especialistas afirmam que o momento pode ser bem oportuno para antecipar o presente do Dia dos Pais.

Visando uma data tão importante, lojistas têm feito qualquer negócio para limpar o estoque de forma antecipada, mas o consumidor precisa estar alerta. Segundo o diretor do Instituto Brasileiro de Política e Direito do Consumidor (Brasilcon), Héctor Valverde, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) não dispensa que o produto em liquidação tenha qualidade e segurança.

“Mesmo em ponta de estoque o cliente está protegido em relação aos produtos com algum tipo de vício. Porém, o CDC não autoriza troca de produtos sem vício, ou seja, não é possível devolver uma peça apenas por não ter gostado dela. Daí vem a importância de ficar atento à política da empresa onde o produto for comprado e assim evitar transtornos”, avisa.

Antecipar o presente evita filas e gastos

Comprar o presente antes evita filas e gastos maiores
Comprar o presente antes evita filas e gastos maiores

E para evitar também as filas de última hora, a publicitária Alice Roberte já começou a pesquisar o presente do pai. “Acredito que mais perto da data os preços e o movimento nos shoppings vão aumentar, então resolvi comprar o presente um pouco antes e não ter um gasto maior mais na frente”, ressalta.

Ela não está errada na avaliação do especialista, mas é preciso analisar bem qual presente irá comprar. “Se a pessoa não estiver com a renda comprometida, se tem certeza de que aquele presente vai agradar, se está do tamanho certo, não tem vícios, vale a pena investir nessa época de liquidação”, orienta o diretor.

Para o consumidor ser resguardado é utilizado o CDC como base, e, devido à vulnerabilidade do cliente é permitida troca e/ou devolução do que foi adquirido. “Caso o produto não atenda a expectativa o consumidor tem um prazo de desistência de 7 dias e a empresa deverá devolver o valor pago de forma imediata mesmo que o produto não tenha vícios”, esclarece o especialista.

Comentários do Facebook