Curso de Direito da Unifan fica a um ponto da nota máxima

A avaliação de renovação de curso é feita em 2.137 instituições de ensino superior do Brasil – com mais de 250 mil cursos
A avaliação de renovação de curso é feita em 2.137 instituições de ensino superior do Brasil – com mais de 250 mil cursos

O curso de Direito da Faculdade Alfredo Nasser ficou a um ponto da nota máxima, na avaliação de renovação de curso do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), do Ministério da Educação (MEC). A avaliação foi feita pelos doutores Márcio Renato Bartel e Dea Carla Pereira Nery. A escala de nota ia de zero a cinco em cada um dos quesitos. Em todos eles, a nota foi superior a 4, mas como a média deve ser em números cheios, não se considera as frações na nota final.

Para o diretor-geral da instituição, Professor Alcides Ribeiro Filho, o índice alcançado, que não é considerado surpresa, é motivo de comemoração.

“Fomos avaliados por dois dos mais criteriosos doutores do Inep. Nada escapa ao olhar crítico deles e esse tipo de avaliação tem nosso total apoio. A avaliação foi feita em três dimensões. Na dimensão 1, onde é avaliado o projeto pedagógico, tivemos nota 4.1; na dimensão 2, cujo foco da avaliação é o corpo docente, obtivemos nota 4.5; e na dimensão 3, onde é avaliada a infraestrutura oferecida pela faculdade para o funcionamento do curso, obtivemos nota 4.6. Em função dos critérios do Inep de considerar a nota cheia e para baixo, ficamos com a média 4, que é excelente e coloca o nosso curso de Direito entre os melhores do País”, explica Professor Alcides.

publicidade

A avaliação de renovação de curso é feita em 2.137 instituições de ensino superior do Brasil – com mais de 250 mil cursos. O resultado é utilizado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino superior oferecido no Brasil e para a elaboração de políticas públicas voltadas para o ensino universitário brasileiro. Os cursos que não alcançam a média mínima não recebem a autorização para renovar a concessão de funcionamento pelo MEC.

Para o diretor-geral da instituição, Professor Alcides Ribeiro Filho, o índice alcançado, que não é considerado surpresa, é motivo de comemoração
Para o diretor-geral da instituição, Professor Alcides Ribeiro Filho, o índice alcançado, que não é considerado surpresa, é motivo de comemoração

Mensalidade a preço popular com ensino de alto nível

A média alcançada na avaliação do Inep é só mais uma constatação do nível de qualidade do curso de Direito da Faculdade Alfredo Nasser. No final do mês de agosto, quando a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Goiás, realizou a prova para a concessão da carteira de advogado, o chamado Exame de Ordem, o índice de aprovação dos alunos da Faculdade Alfredo Nasser atingiu a extraordinária marca de 87%, a maior entre todas as instituições.

Para o Professor Alcides Ribeiro Filho, os investimentos feitos pela instituição para qualificar o ensino são responsáveis por essas conquistas.

“Nosso quadro docente está entre os melhores do Brasil. O número de doutores é superior ao exigido pelo MEC”.

Avaliação

O diretor-geral da Unifan também explica que a Faculdade Alfredo Nasser gosta de ter os cursos avaliados pelo Inep.

“Nós o utilizamos para melhorar o nível de ensino da nossa instituição. Felizmente temos recebido notas boas. Se fossem baixas, procuraríamos resolver o problema para melhorar o desempenho. Algumas instituições acham que só conseguem o que estamos conseguindo entrando no bolso do aluno, com mensalidades altíssimas. Praticamos preços populares e estamos no nível em que chegamos, que já é excelente, mas nosso limite é a nota máxima, que vamos alcançar em pouco tempo”, conclui Professor Alcides.