Em raio-x, polícia identifica drogas na vagina de mulher em presídio de Niquelândia

Emiliana foi presa em flagrante | Foto: Divulgação/ Genarc
Emiliana foi presa em flagrante | Foto: Divulgação/ Genarc

Uma mulher foi flagrada tentando entrar no presídio de Niquelândia com drogas escondidas dentro da vagina na tarde da última quinta-feira, 6. Emiliana Crisóstomos foi presa por policiais civis do Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc).

Emiliana era monitorada havia meses após levantamento de que ela levava drogas para serem distribuídas entre presas da unidade. No momento do flagrante, Policiais Civis e agentes penitenciários abordaram a suspeita logo na entrada do presídio.

De acordo com os policiais, ela demonstrou nervosismo diante da abordagem. Ela então foi conduzida até o Hospital Municipal, onde um exame de raio-X confirmou a existência de corpo estranho dentro da sua genitália. Diante da constatação, Emiliana confessou os fatos e um médico legista fez o procedimento para a retirada do material.

LEIA MAIS: Adolescente de 15 anos recebe 10 tiros no Jardim América e sobrevive

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

Ao final do procedimento, foram retiradas quatro porções médias de crack, três porções médias de maconha e uma nota de cinquenta reais. Com o flagrante em mãos, a equipe do Genarc conduziu Emiliana até a sede da unidade especializada, onde ela foi autuada pelo crime de tráfico de drogas. Por fim, agora na condição de presa, ela foi levada ao Presídio Local, onde passará à disposição da Justiça.

Droga foi encontrada dentro da vagina da mulher | Foto: Divulgação/ Genarc
Droga foi encontrada dentro da vagina da mulher | Foto: Divulgação/ Genarc

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter