Ebola mata funcionário da ONU

Funcionário sudanês da ONU, de 56 anos, faleceu na noite de segunda-feira, 14, por conta do ebola. O homem foi levada na última quinta-feira, 8, da Libéria para Leizig (Alemanha) para tratamento, mas não resistiu.

A Alemanha tratou, ainda, dois infectados de Serra Leoa. Um deles, um perito senegalês, foi liberado no dia 4 deste mês, enquanto o outro, um médico de Uganda, ainda está em tratamento.duda

Mortes

publicidade

Mais de 4 mil pessoas já morreram de ebola este ano. A maioria dos casos aconteceu em Guiné, Serra Leoa e Libéria. A doença é transmitida por contato próximo com fluidos corporais.