‘Ele é um monstro’, diz mãe de menina morta pelo pai em Minaçu

Ana Julya tinha apenas 2 anos e 6 meses e morava com a mãe em Minaçu | Foto: Arquivo Pessoal
Ana Julya tinha apenas 2 anos e 6 meses e morava com a mãe em Minaçu | Foto: Arquivo Pessoal

Mãe da menina assassinada em Minaçu pelo próprio pai na última terça-feira, 29, Thaynara Gonçalves comentou sobre a sua relação com o ex-marido.

Em entrevista após o crime, ela afirmou nunca ter imaginado que o lavrador Fabiano Medeiros, de 27 anos, pudesse fazer algo assim.

Segundo ela, ele era violento durante o casamento. Mas ela não suspeitava de uma ação tão cruel.

publicidade

“Ele é um monstro, não é um homem”, afirmou Thaynara.

LEIA MAIS: Homem é preso após usar uma foice para matar a própria filha

Crime em Minaçu

Fabiano foi preso em flagrante em Minaçu, no norte de Goiás, suspeito de matar a própria filha com um golpe de foice na cabeça.

Ana Julya tinha apenas 2 anos e 6 meses e era fruto de um relacionamento de 1 ano entre Fabiano e Thaynara.

De acordo com a Polícia Civil, o homem teria ido até a casa da sogra e pedido para ver a menina no dia do crime.

Ainda não há suspeitas sobre o que poderia ter motivado o homicídio.

A criança é velada em casa e o enterro será realizado na próxima quinta-feira, 31, no cemitério da cidade.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter