Microcrédito Orientado é destinado a microempreendedores individuais (MEI), autônomos e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Microcrédito Orientado é destinado a microempreendedores individuais (MEI), autônomos e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Microempreendedores individuais (MEI), autônomos e microempresas de Goiás terão acesso a empréstimo de até R$ 21 mil com 6 meses de carência e 36 meses para o pagamento.

Para o Microcrédito Orientado, a Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) e a GoiásFomento receberam repasse no valor de R$ 20 milhões da Caixa Econômica Federal.

A assinatura do contrato ocorreu nesta 5ª feira (23).

Como vai funcionar

De acordo com o Governo de Goiás, os recursos serão destinados a microempreendedores individuais (MEI), autônomos e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil.

A linha de crédito poderá ser usada para despesas de capital de giro e investimentos, inclusive despesas fixas, como folha de pagamento de pessoal.

O valor do empréstimo do Microcrédito Orientado é de até R$ 21 mil por tomador, com 6 meses de carência e 36 meses para o pagamento.

Ele é denominado orientado porque a instituição financeira presta orientação ao empreendedor, por meio de uma visita in loco à empresa no 1º contrato, depois ficam dispensáveis essas visitas.

A taxa cobrada é inferior à da média praticada no mercado, com juro a partir de 1,12% ao mês se o tomador contratar com o fundo de aval, seguro garantia ou outro tipo de garantia.

LEIA MAIS SOBRE ECONOMIA GOIANA 👉 IPVA de placas final 1 a 6 deve ser pago no início de agosto em Goiás


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook