Recuperação de erosão no Jardim Mont Serrat será iniciada em 2019

Também será implantado um novo sistema de galeria pluvial no bairro e uma nova pavimentação asfáltica

Antiga erosão no Jardim Mont Serrat tem obras liberadas pela prefeitura | Foto: Ênio Medeiros
Antiga erosão no Jardim Mont Serrat tem obras liberadas pela prefeitura | Foto: Ênio Medeiros

Uma erosão que há 10 anos atrapalha a vida dos moradores do Jardim Mont Serrat, em Aparecida de Goiânia, deve ter uma solução em breve.

O prefeito Gustavo Mendanha assinou nesta quinta-feira, 22, uma ordem de serviço autorizando o início das obras de recuperação da Rua Euclides da Cunha, local do problema.

Além da contenção da cratera, será implantado um novo sistema de galeria pluvial no bairro e uma nova pavimentação asfáltica.

Segundo o prefeito, problemas de receita impediram que a obra definitiva fosse realizada antes.

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

“Nossa preocupação sempre foi com as famílias que ficam em torno da área erodida. Esse problema existe há muitos anos, e finalmente conseguimos os recursos junto ao Ministério de Integração Nacional”, disse.

A obra é orçada no valor de R$ 4 milhões, contraídos em convênio com o Governo Federal e com contrapartida do Tesouro Municipal.

Ao lado do deputado federal eleito Professor Alcides e de vereadores, prefeito Gustavo Mendanha assina liberação de obras de recuperação de erosão no Jardim Mont Serrat | Foto: Ênio Medeiros
Ao lado do deputado federal eleito Professor Alcides e de vereadores, prefeito Gustavo Mendanha assina liberação de obras de recuperação de erosão no Jardim Mont Serrat | Foto: Ênio Medeiros

Prazos e detalhes

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Mário Vilela, a expectativa é que as intervenções estruturantes sejam executadas no prazo de seis meses.

“A obra começa agora com intervenções pontuais e mapeamento do local. As máquinas entram quando diminuir a intensidade das chuvas e nossa previsão é de que seja concluída até o fim do primeiro semestre de 2019”, explicou.

Segundo o superintendente de Engenharia Roberto Lemos, o plano emergencial consistirá tanto em obras de extensão e ramificação de galerias, quanto de melhorias de captação da água da chuva (bocas de lobo) e também de recomposição da pavimentação asfáltica.

“Para a recuperação definitiva da erosão, vamos utilizar cerca de 15 mil m³ para a terraplanagem, fazer aterro e drenos e depois construir cerca de 2 mil m lineares de galerias pluviais e asfalto novo”, detalhou o engenheiro.

LEIA MAIS: Novo pronto-socorro 24h em Aparecida será sem custo à população


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias da política de Aparecida”.