Estrangeiros criticam transporte, preço da alimentação e atendimento

Duas mil entrevistas foram realizadas pelo Ministério do Turismo
Duas mil entrevistas foram realizadas pelo Ministério do Turismo

Pesquisa feita com turistas estrangeiros sobre a Copa das Confederações mostra que a qualidade do transporte público, o preço da alimentação nos estádios e o atendimento no idioma estrangeiro estão entre os itens que tiveram avaliação negativa nas cidades-sede dos jogos.

Bem avaliados estão serviços como o de táxi, a limpeza e a segurança pública, os restaurantes, o conforto dos estádios e o preço do transporte público.

14 mil entrevistas

publicidade

A pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo traz dados de duas mil entrevistas feitas em estádios com brasileiros e estrangeiros e 106 entrevistas em aeroportos apenas com estrangeiros. Os dados são parciais e, quando finalizada, a pesquisa terá 14 mil entrevistas.

20 mil estrangeiros

A Copa das Confederações foi o motivo que trouxe ao Brasil 70% dos estrangeiros que estão no país no período dos jogos. O tempo médio de permanência deles é 14 dias. A estimativa é que o público total de turistas atraído ao Brasil pelos jogos seja 20 mil estrangeiros, de acordo com o ministro do Turismo, Gastão Vieira.