Estudante da UFMG é expulso por causa de trote racista

Estudantes veteranos fazem saudação nazista ao lado de calouro amarrado em poste (Foto: Reprodução)
Estudantes veteranos fazem saudação nazista ao lado de calouro amarrado em poste (Foto: Reprodução)

Um estudante de direito da Universidade Federal de Minas (UFMG) foi expulso por ter participado de um trote com teor racista ainda no ano passado. Outros três alunos foram suspensos por um semestre com a mesma prerrogativa.

A investigação a 198 estudantes da Faculdade de Direito foi deflagrada depois que foram divulgadas fotos em que veteranos faziam poses com alusões ao Nazismo. Em outras imagens, uma caloura com o corpo pintado com tinta preta e apelidada de “Chica da Silva” é puxada por uma corrente por outro estudante.

A partir de 2014, qualquer tipo de trote está proibido na UFMG.

Comentários do Facebook