Apontado pela Segurança Pública como um dos maiores estupradores em série do país, Welinton Ribeiro da Silva foi condenado a 9 anos e 4 meses de prisão por um estupro cometido na Vila Romana, em Aparecida de Goiânia.

A sentença foi proferida nesta 5ª feira (24).

Welinton ainda foi indiciado por outros 31 estupros por meio de exames de DNA realizados pela Superintendência de Polícia Técnico-Científica.

O réu foi preso pela Polícia Civil na Operação Impius no dia 22 de setembro de 2019 e já se encontra na Penitenciária Odenir Guimarães.

Wellington Ribeiro da Silva é apontado pela PC como autor de pelo menos 47 crimes sexuais | Foto: Divulgação / PCGO
Wellington Ribeiro da Silva é apontado pela PC como autor de pelo menos 54 crimes sexuais | Foto: Divulgação / PCGO

O crime

De acordo com a denúncia, por volta de 20h de 13 de maio de 2016, Welinton abordou a vítima com uma arma de fogo e a obrigou a entrar em um lote baldio, onde ocorreu o estupro.

A mulher havia saído da escola em que estudava e seguia para casa quando foi surpreendida.

Ainda conforme relatado na denúncia, o réu estava parado na rua em uma motocicleta, usando celular, quando a vítima passou.

Ele desceu do veículo e colocou a arma de fogo na cabeça da mulher, anunciando que era um assalto.

Welintou ordenou que ela não olhasse para ele e ameaçou atirar caso fosse desobedecido.

Em seguida, ele pediu aliança e celular. Como ela não possuía os objetos, foi obrigada a entrar no lote, onde ocorreu o crime.

O homem já foi condenado anteriormente por estupro e latrocínio.

Armas, roupas e apetrechos usados pelo criminoso em dezenas de estupros diferentes | Foto: Divulgação / PCGO
Armas, roupas e apetrechos usados pelo criminoso em dezenas de estupros diferentes | Foto: Divulgação / PCGO
Segundo a investigação, ele usou pelo menos 12 motos diferentes para cometer os crimes em 2019 | Foto: Divulgação / PCGO
Segundo a investigação, ele usou pelo menos 12 motos diferentes para cometer os crimes em 2019 | Foto: Divulgação / PCGO

 

Criminoso foi apresentado pela força-tarefa nesta quinta, 19, após mais de 1 mês de investigação | Foto: Divulgação / PCGO
Criminoso foi apresentado pela força-tarefa após mais de 1 mês de investigação | Foto: Divulgação / PCGO

LEIA MAIS 👉 Suspeito de feminicídio é preso e levado nas costas por policial em GO


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook