Exames confirmam estupro de jovem por taxista em Aparecida de Goiânia

Exames de corpo de delito comprovaram estupro (Reprodução/TV Anhanguera)
Exames de corpo delito comprovaram estupro (Reprodução/TV Anhanguera)

Segundo a Polícia Civil, a adolescente de 14 anos passou por exames de corpo delito e ficou comprovado o estupro que tem como suspeito um taxista em Aparecida de Goiânia. O homem ainda não foi localizado pela polícia.

Em seu depoimento Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), a vítima relatou que estava em uma festa familiar quando decidiu voltar de táxi por volta de 2h. Foi o tio da jovem quem chamou um táxi que estava em frente à casa de festas. Ele pagou adiantado para que o motorista a levasse para casa.

LEIA MAIS: Homem morre prensado por elevador em Anápolis

“Ele [taxista] me levou para o posto [de combustíveis fechado] onde aconteceu [o estupro]. Só falava que eu tinha que fazer aquilo com ele por que, se eu não fizesse, ele não ia me deixar em casa. Eu pensei que ele ia me matar”, disse a garota.

Investigação

Delegada responsável pelo caso, Caroline Braga contou que, após o estupro, o homem deixou a vítima em casa e foi embora. Foi então que a mãe da garota percebeu suas roupas rasgadas e decidiu procurar a polícia.

Segundo a delegada, a corporação ainda está à procura do taxista. “Não temos ainda a placa do carro ou a permissão dele. Estamos atrás de câmeras de segurança que possam nos dar pistas sobre o autor”, disse.

Comentários do Facebook