Fuga em massa é deflagrada em presídio de Morrinhos

Cerca de 10 detentos fugiram da Unidade Prisional de Morrinhos (a 130 km de distância de Goiânia) na tarde desta segunda-feira, 19.

De acordo com contato do Folha Z no local, o jornalista Leonardo Costa, do site coirmão “Correio Sul Goiano“, a fuga em massa foi no início da tarde.

publicidade

Ele ainda apura o número exato de presos foragidos, mas relatou que rebelião aconteceu após um detento fingir que estava passando mal.

Enquanto os atendimento era realizado, um grupo de presos rendeu os agentes carcerários e os agentes de saúde no local, propiciando a fuga.

LEIA MAIS: Bispo e padres que desviaram dinheiro de dízimo são presos em Goiás

Dois detentos foram recapturados pela Polícia Militar | Foto: leitor Folha Z
Dois detentos foram recapturados pela Polícia Militar | Foto: leitor Folha Z

Equipes do Grupo de Radiopatrulha Aérea (GRAer), das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e do Pelotão de Choque se encontraram por volta das 16h na BR-153 e se deslocaram para Morrinhos e chegaram na cidade.

O Grupo de Polícia Tática (GPT) de Itumbiara também se dirige para a cidade para dar apoio à polícia local.

Presos na mata

O helicóptero Falcão 02 já está nas redondezas para procurar pelos fugitivos, que estariam escondidos na mata próxima ao presídio. Dois detentos foram recapturados.

Fontes não oficiais dão conta de que presos estariam armados.

Estão foragidos: Kauan Lopes da Cruz, Jarbas Luiz Pereira, Luiz Fernando Nunes da Silva, Eduardo da Silva, Carlos Roberto da Silva, Alexander Martins de Brito, Diarlei Marques de Oliveira, Yuri Resende de Oliveira e Douglas Luiz Vidal.

Após a ocorrência, os presos: Alexandre Martins de Brito, Cristiano Santos da Conceição, Leonardo Freder dos Santos e Luan Lopes Reis foram transferidos para o presídio estadual de Anápolis.

A qualquer momento novas informações serão atualizadas. Acompanhe.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter