Prefeitura de Goiânia | Foto: Divulgação
Prefeitura de Goiânia | Foto: Divulgação

A Prefeitura de Goiânia determinou a criação de uma comissão para apurar supostas irregularidades em licitações de vários órgãos municipais.

As fraudes foram apontadas pela Operação Grande Famiglia, deflagrada pelo Ministério Público (MP-GO) na 4ª feira (12).

De acordo com o MP, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) investigou um esquema de fraude em licitações no qual uma mesma família mantinha diversas empresas e simulava competição em procedimentos licitatórios.

Entre essas licitações fraudadas estariam uma aquisição de 75 mil cestas básicas para o combate à crise da pandemia da covid-19 e uma negociação de sacos de lixo e outros itens.

Para apurar qualquer possível ilícito cometido dentro da administração, a comissão será composta por: um representante da Procuradoria Geral do Município; um representante da Controladoria Geral do Município; e um representante da Secretaria Municipal de Administração.

LEIA MAIS 👉 Goiânia e Aparecida: Operação contra fraudes cumpre prisões e apreensões


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook