Goiás é o Estado onde mais carros são roubados no Brasil

Goiás tem maior índice do país em carros roubados | Foto: Divulgação
Goiás tem maior índice do país em carros roubados | Foto: Divulgação

Segundo informações divulgadas nesta quinta-feira, 3, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) mostram que Goiás é o Estado com o maior índice proporcional de furtos e roubos de carros em todo o país. De acordo com a pesquisa, essa taxa é de 798 crimes para cada 100 mil veículos, à frente do Rio de Janeiro (775,8) e São Paulo (717).

Os dados são em referência ao ano de 2015, em que foram furtados ou roubados 28.294 automóveis em Goiás. De acordo com o estudo, houve um crescimento de 18,1% nos crimes em relação a 2014, quando ocorreram 23.195 delitos desse tipo.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP), até quarta-feira (2), 14.835 veículos foram roubados em Goiás no ano de 2016, o que correspondem a uma média de 48 por dia.

A SSPAP justifica que esse número se dá pelo fato da interiorização deste tipo de crime em Goiás. “Os municípios do interior começaram a ter um aumento de registros”, informa a nota que enaltece a recuperação de carros e motos roubados.

Em 2014, do montante dos 23.195 veículos que foram roubados, 15.986, cerca de 70% foram recuperados. Esse índice, no ano passado, ficou em 60%. De janeiro a outubro desse ano, foram encontrados 15 mil veículos em Goiás. As ocorrências também aumentaram.

O delegado titular da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (Derfrva), Adriano Costa, disse que esse crime é comum, pois traz lucro aos criminosos.

LEIA MAIS: Papai Noel já está em Goiânia. Shopping recebe velhinho com show de Guilherme Arantes

“Em relação às nossas investigações, o que nós acreditamos é que o veiculo, por ser o maior patrimônio do indivíduo é obvio que os criminosos intentam ter um maior lucro e por isso se voltam à atividade em relação à subtração do veiculo”, explica.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook