Governador vai cortar meia passagem do Eixo Anhanguera

Meia passagem do Eixo Anhanguera será restrita há alguns usuários
Meia passagem do Eixo Anhanguera será restrita há alguns usuários

A crise financeira parece mesmo ter atingido em cheio o Governo de Goiás e quem deve pagar o pato, como sempre, é o cidadão. Com os cofres vazios, o governador Marconi Perillo (PSDB) vai cortar o subsídio do Estado para o Eixo Anhanguera, que proporciona ao usuário pagar metade da tarifa do transporte coletivo em Goiânia.

Isso mesmo. Até o mês de agosto vai acabar a meia passagem no Eixão. O governo irá criar um cartão e cadastrar os usuários do transporte coletivo que poderão ter o benefício, independente de ser no Eixo ou outra linha.

Esse cartão deve englobar, no máximo, 40 mil pessoas e se restringe a beneficiários do Renda Cidadã.

Eduardo Machado, presidente da Metrobus, disse ao jornal O Popular que há muitos usuários do Eixo Anhanguera que tem dinheiro, ou seja, que não precisam pagar meia passagem. Esse projeto deve chegar à Assembleia Legislativa até junho. Além do aval do governador Marconi Perillo, ele também agrada os empresários do transporte coletivo.

 

Comentários do Facebook