Motoristas do transporte coletivo adiam greve

Motoristas em greve querem reajuste de 11,08% (Foto: Reprodução)
Motoristas querem reajuste de 11,08% (Foto: Reprodução)

Motoristas do transporte público da região metropolitana de Goiânia decidiram adiar o início da greve da categoria marcada para iniciar à meia-noite desta segunda-feira, 15. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Goiás (Sindittransporte), os trabalhadores decidiram aguardar a realização de audiência no Tribunal Regional do Trabalho marcada para as 14 horas desta segunda.

Propostas diferentes

O sindicato espera que a reunião tenha propostas diferentes do que foi apresentado até agora pelo sindicato das empresas que ofereceram 5,5 % de atualização do salário. Os motoristas pedem 11,8% de aumento linear.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Goiás (Sindittransporte) Alberto Magno, a greve pode ser decidida dependendo da conclusão da reunião nesta segunda-feira.

Motoristas têm posições diferentes de acordo com a empresa que trabalha. Na Metrobus a vontade é iniciar a greve imediatamente. Na Rápido Araguaia, que reúne grande parte dos motoristas é por não iniciar o movimento paredista de imediato. Há a preocupação pelo fato de a empresa estar em recuperação judicial.

Continue lendo:

Cabeleireiro é morto a tiros dentro do próprio salão de beleza
Motorista da Uber é agredido por taxistas em porta de boate em Goiânia

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter.

Comentários do Facebook