Gustavo não pode abrir mão do bom e velho tapa na mesa

No dia do seu aniversário de 37 anos, ele teve motivos para comemoração e preocupação

A segunda-feira, 7, reservou momentos de profunda alegria e reflexão ao prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB).

No mesmo dia, aniversário de 37 anos e inauguração do novo símbolo da sua gestão, a Cidade Administrativa.

O nome carrega, coincidentemente, qual deve ser a prioridade do prefeito para controlar correntes políticas que apertam os seus calcanhares: administrar como nunca.

Gustavo Mendanha herdou uma base política ampla e heterogênea do ex-prefeito Maguito Vilela. Beneficiou-se o quanto foi possível e a conta começa a ser cobrada com antecedência.

Reeleição

Protagonistas do Executivo e do Legislativo experimentam, hoje, um conflito de interesses do tamanho da perspectiva de reeleição do prefeito.

Eis um real motivo de comemoração: vereadores, líderes partidários e auxiliares jamais estariam se engalfinhando se o filho do ex-deputado Léo Mendanha não estivesse correspondendo.

Gustavo Mendanha herdou uma base política ampla e heterogênea do ex-prefeito Maguito Vilela | Foto: Reprodução
Gustavo Mendanha herdou uma base política ampla e heterogênea do ex-prefeito Maguito Vilela | Foto: Reprodução

Por outro lado, eis um real motivo de preocupação: a ferrenha disputa por espaço tem inflamado os gabinetes acima da média, acumulando bravatas e chantagens bem baratas.

A Folha Z tem divulgado com frequência a briga de grupos políticos pela indicação da vaga de vice em 2020, a possível aliança entre os deputados federais Professor Alcides e Glaustin da Fokus – real ameaça aos planos do prefeito – e a queda de braço entre auxiliares por mais influência junto ao mandatário.

Falta de pudor

Assuntos pertinentes em ano pré-eleitoral, entretanto chama atenção a falta de pudor com que alguns governistas se posicionam.

Abusar do diálogo é sempre recomendável em situações como a enfrentada por Gustavo Mendanha. Focar na entrega de benefícios aos aparecidenses prioriza o projeto administrativo.

Como as duas medidas não têm sido suficientes, o bom e velho tapa na mesa resolve qualquer pendência. Excelente oportunidade para o prefeito identificar, a tempo, quais são os seus verdadeiros aliados.

PODCAST: A briga de ‘generais’ dentro do Novo Paço


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook