Hacker é preso depois de roubar fotos íntimas de Marcela Temer

Marcela Temer
Marcela Temer foi ameaçada por hacker (Foto: Reprodução)

Um homem foi preso nesta quarta-feira (11) em São Paulo acusado de invadir o celular da esposa do presidente interino Michel Temer (PMDB). O hacker de 31 anos teria extorquido dinheiro de Marcela Temer ao ameaçar a divulgação de três fotos íntimas encontradas no celular.

A investigação apontou que o suspeito conseguiu entrada em uma conta on-line de Marcela e, de lá, conseguiu acesso a diversos documentos e imagens pessoais. Ele teria copiado todos os contatos e arquivos do aparelho, incluindo fotos íntimas.

A ação criminosa ocorreu há 30 dias e, na prisão efetuada na casa do acusado, na zona sul de São Paulo, também foram apreendidas a mulher do suspeito e sua cunhada.

O homem trabalha como telhadista na cidade de São João Climática.

LEIA MAIS: Câmara aprova projeto que estabelece plantio de pequizeiros em áreas públicas de Goiânia

Defesa

O advogado Valter Bittencourt, responsável pela defesa do acusado, alega que o caso deve ser tratado meramente como estelionato: “Ele não sabia que era a Marcela. Não ameaçou em nenhum momento”.

Para ele, o suspeito nem sabia quem eram as pessoas que estava extorquindo e também não teria cometido crimes virtuais anteriormente: “Ele nunca se meteu com isso, apenas viu uma oportunidade de ganhar dinheiro fácil e não percebeu que era a mulher de um homem importante”, afirmou.

Comentários do Facebook