Preso homem que estuprou e engravidou a irmã de 11 anos no interior de Goiás

Em Valparaíso, outro caso chocante: um homem foi preso após estuprar por 7 anos a própria filha menor de idade

O homem estuprou sua irmã em três ocasiões quando eles moravam na zona rural de Teresina de Goiás | Foto: Reprodução/Polícia Civil
O homem estuprou sua irmã em três ocasiões quando eles moravam na zona rural de Teresina de Goiás | Foto: Reprodução/Polícia Civil

Um homem foi preso no último sábado,11, suspeito de estuprar e engravidar a própria irmã de 11 anos, em Teresina de Goiás, a 490 km de Goiânia.

O suspeito foi detido preventivamente no âmbito da 4ª etapa da Operação Lolita, que atua na repressão de crimes sexuais nos municípios de Cavalcante e Teresina de Goiás.

Segundo a Polícia Civil, o homem teria abusado da irmã em três ocasiões quando eles residiam em uma zona rural do município.

publicidade

Um desses atos criminosos resultou na gravidez da criança.

Estupro de vulnerável

O homem foi indiciado pelo do crime de estupro de vulnerável, praticado mais de um vez.

Também pesa na denúncia a incidência das majorantes, posto que os estupros foram praticados contra parente próximo, além de ter resultado em gravidez na vítima.

LEIA MAIS: Homem que vendia marmitas é morto a tiros no Setor Pedro Ludovico

Pai estuprou filha por 7 anos

Pai estuprou filha durante 7 anos e mantinha os abusos em segredo sob graves ameaças à vítima | Foto: Reprodução
Pai estuprou filha durante 7 anos e mantinha os abusos em segredo sob graves ameaças à vítima | Foto: Reprodução

Ainda no âmbito de crimes de sexuais contra parentes diretos, foi preso em Valparaíso  um homem de 38 anos, acusado de estuprar sua filha durante sete anos.

Segundo apontam as investigações, o pai abusou da menina menor de idade entre os anos de 2010 e 2017.

Consta nos autos que os primeiros abusos começaram com carícias do pai sobre o corpo da vítima, a fim de satisfazer suas fantasias sexuais.

Com o passar dos anos, as investidas avançaram. E, quando a criança atingiu 11 anos de idade, o pai cometeu o primeiro estupro.

De acordo com a investigação, ele manteve os abusos em segredo com fortes ameaças contra a filha.

Os estupros continuaram até dezembro do ano passado, quando a vítima, então com 14 anos, enfim contou à mãe o que vinha sofrendo.

Ato contínuo, a mãe denunciou o marido na Delegacia de Polícia do município.

De posse das informações, a delegada Ísis Santana Leal decidiu pela prisão temporária do autor, que foi autorizada pelo Poder Judiciário.


Quer receber notícias em tempo real?

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias em tempo real”.