Um homem foi denunciado pelo crime de vilipêndio a cadáver ao tirar uma selfie com o corpo de uma adolescente morta em Goiás.

O caso aconteceu em Rio Verde, a 230 km de Goiânia, no dia 22 de agosto.

A denúncia partiu da promotora de Justiça Yashmin Crispim Baiocchi.

publicidade

Ela se baseou no Código Penal Brasileiro, segundo o qual é crime desrespeitar cadáveres ou suas cinzas. A penalização varia de um a três anos, além de multa.

Selfie com cadáver

A vítima, uma adolescente de 13 anos, havia sido assassinada por dois homens no dia 21 de agosto.

Em seguida, seu corpo foi abandonado em um terreno baldio do bairro Santo Agostinho.

E, de acordo com o Ministério Público de Goiás (MP-GO), no dia seguinte à morte da adolescente, o denunciado se locomovia em direção ao Hospital do Câncer em Rio Verde quando notou um aglomerado de pessoas em um terreno baldio.

Ao se aproximar, notou o cadáver da garota. Ele resolveu, então, tirar fotos do local, inclusive uma selfie com a adolescente.

A vítima estava com roupas íntimas à mostra, tornando a sua exposição constrangedora, segundo a denúncia.

Logo após isso, ele compartilhou as selfies em grupo do WhatsApp, com a legenda: “Aqui perto Hospital de Câncer. Mais uma vítima da violência”.

As imagens da menina com trajes íntimos visíveis logo foram espalhadas pelas redes sociais, causando constrangimento à família da vítima.

De acordo com assessoria de comunicação do MP-GO, a denúncia da promotora requer que, além da punição pelo crime cometido, o denunciado deva arcar com os danos morais e materiais causados à família.

LEIA MAIS: Homem é assassinado a tiros em frente a restaurante em Rio Verde (GO)


Quer receber notícias em tempo real?

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias em tempo real”.