Cerveja falsificada pode ser identificada com passos simples | Foto: Reprodução
Cerveja falsificada pode ser identificada com passos simples | Foto: Reprodução

Você já foi vítima de uma cerveja falsa? Consumir uma bebida que foi trocada por uma de menor valor, mantendo-se o rótulo da cerveja mais cara?

Certamente, para os amantes das cervejas importadas, como Budweiser ou Heineken, é bastante decepcionante pagar por um produto e levar uma cerveja de qualidade e valor diferente.

Todavia, até mesmo para quem prefira as cervejas nacionais (Brahma, Skol ou Antártica), não é nada agradável levar gato por lebre.

Mas você saberia identificar uma cerveja falsificada em uma distribuidora, mesa de bar ou mesmo em um supermercado?

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

Antes de tudo, o Folha Z fez uma extensa pesquisa para responder a essa pergunta.

Embora não seja tarefa fácil, existem técnicas para atestar a originalidade de um rótulo da bebida fermentada.

Como reconhecer uma cerveja falsificada

1 Evite comprar cerveja de locais pouco convencionais

Fique sempre atento ao local de compra. Tenha confiança no estabelecimento
Fique sempre atento ao local de compra. Tenha confiança no estabelecimento | Foto: Reprodução

Claro que nem todo pequeno estabelecimento é digno de desconfiança, mas é sempre bom optar pela opção que dê mais segurança, tanto na compra quanto na hora de reclamar depois que algo sai errado.

Aliás, empresas físicas ou e-commerces com vários anos no mercado já tem uma certa credibilidade e confiança, tanto na compra e revenda dos produtos.

Dessa forma, dificilmente distribuirão cerveja falsa.

2 Desconfie de promoções muito generosas

Quando a esmola é grande, o santo desconfia. Promoções absurdas podem ser de cervejas falsificadas
Promoções absurdas podem ser de cervejas falsificadas. Fique atento | Foto: Reprodução

Quando a esmola é demais… Na hora de aproveitar preços muito abaixo da média de mercado, é importante redobrar a atenção.

Ainda que não se trate de uma cerveja falsa, é possível que esteja fora do prazo de validade.

Assim, sempre que possível, acesse alguns sites de e-commerce de bebidas e compare os preços.

3 Confira estado de conservação do rótulo e da garrafa

O estado de conservação da cerveja é um bom indício. Verifique
O estado de conservação da cerveja é um bom indício. Verifique | Foto: Reprodução

Com as garrafas retornáveis, os falsificadores não têm o mesmo cuidado – e perícia – que a indústria.

Caso a embalagem esteja muito avariada, há bons indícios de que algo está errado.

4 Verifique se cor, aroma e saber condizem com
sua experiência e com o que diz o rótulo da marca

Sempre que possível, analise a cerveja de acordo com as dicas recomendadas pelo Folha Z, e evite desagradar ao saborear a cerveja
Sempre que possível, analise a cerveja de acordo com o aroma, cor e sabor, e evite desagradar ao saborear a cerveja | Foto: Reprodução

É fato conhecido que as cervejas mais populares do Brasil não apresentam grandes especificidades de sabor, todas baseadas em cereais não maltados (milho).

No entanto, o bom bebedor tem suas preferências e com um gole já reconhece a sua marca de escolha.

Além disso, a cerveja falsificada possivelmente perde condições de armazenagem durante o processo criminoso. Mais um motivo para não ter bom sabor.

5 Observe a tampa da garrafa

Os falsificadores sempre trocam as tampas da cerveja. Portanto fique atento se a tampinha não está lacrada corretamente
Falsificadores trocam as tampas da cerveja. Portanto, fique atento se a tampinha está lacrada corretamente | Foto: Reprodução

Em casos de falsificação, a tampa da garrafada pode apresentar avarias, deformações e ferrugem.

E tem mais: a tampinha muitas vezes vem de lixos de bares, o que pode resultar até mesmo em graves contaminações.

Além disso, a tampa da garrafa foi violada, há grandes chances da cerveja ter sido substituída por uma de qualidade inferior.

6 Solicite informações sobre o importador ou o distribuidor

Com cervejas raras, o cuidado é dobrado. Por serem mais difíceis de comprar, deve-se saber bem qual o distribuidor
Com cervejas raras, o cuidado é dobrado. Por serem mais difíceis de comprar, deve-se saber bem qual o distribuidor | Foto: Reprodução

Quem saboreia cervejas importadas ou mais raras, deve estar a par das procedências do produto. De quem comprou, de onde comprou, o valor etc.

Pesquise sobre a empresa antes de comprar.

Assim, com tempo de mercado e boa credibilidade, há maior chance de levar um produto original.

7 Cheque sempre se há o selo do IPI no produto adquirido

O selo do IPI é um fator importante para garantir a originalidade do produto
Selo do IPI é um fator importante para garantir a originalidade do produto | Foto: Reprodução

O IPI é o Imposto sobre Produto Industrializado. Portanto, qualquer produto industrializado que circule no país está subordinado a esse imposto.

Se o produto obtiver o selo, é uma garantia que foi devidamente fiscalizado pelas autoridades competentes, confirmando a originalidade da cerveja.

Bônus: como é feita a cerveja falsa

Caso você queira saber mais detalhes sobre o processo, a Polícia Militar explica como as cervejas são falsificadas, na maioria dos casos.

Os falsificadores são habilidosos ao reaproveitar embalagens de outras bebidas.

Confira no vídeo:

Mas não são só as cervejas que se tornam alvos de criminosos no mercado.

As destiladas também são comumente adulteradas, em especial devido ao seu alto valor.

Para ajudar também com as “bebidas quentes”, veja essas outras dicas de um policial civil de como identificar se houve adulteração:

Caso você desconfie que comprou cerveja falsificada, faça uma denúncia na Polícia Civil, pelo número 197, contra o estabelecimento. A denúncia poderá ser anônima.

Ficando atento a essas recomendações, aquela cervejinha deve se tornar um hábito mais tranquilo e prazeroso.

LEIA MAIS: Top 5 pizzarias de Goiânia: Você conhece todas elas?


Quer receber notícias em tempo real?

Mande uma mensagem para o Whatsapp do Folha Z e se cadastre para ter as matérias especiais do Folha Z direto do seu celular!

É só adicionar o telefone do jornal à sua agenda e mandar o seu nome e a seguinte mensagem: “quero notícias em tempo real”.