Iris e Mendanha lideram entre prefeitos com gasto menor que arrecadação

Enquanto Goiânia teve R$ 195,88 milhões de superávit, Aparecida teve R$ 111,22 milhões

Iris e Mendanha comemoram maior superávit do Estado | Foto: Folha Z

Goiânia e Aparecida foram as cidades com maiores superávits nas contas públicas em 2018.

Os dados são do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO) e foram divulgados nesse fim de semana.

Para chegar a esses números, deve-se descontar as despesas empenhadas de toda a receita arrecadada no período.

Dessa maneira, Goiânia lidera o ranking, com R$ 195,88 milhões de caixa.

Na sequência vem Aparecida de Goiânia, com R$ 111,22 milhões.

A terceira é Mineiros, a 425 km da capital, com R$ 19 milhões de saldo.

Números

De acordo com o levantamento, mais da metade dos municípios goianos, porém, terminou 2018 com as contas no vermelho (127 das 246 cidades).

Além disso, apenas 47 cidades conseguiram superávit maior do que R$ 1 milhão.

Os líderes, Goiânia, Aparecida e Mineiros, estão entre os municípios mais ricos do Estado.

MDB

O resultado foi comemorado pelo MDB, visto que as 3 cidades são comandadas por prefeitos filiados ao partido:

  • Iris Rezende (Goiânia);
  • Gustavo Mendanha (Aparecida);
  • Agenor Rezende (Mineiros).

Ele quer ser o adversário de Mendanha


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook